Home / Tudo sobre gravidez / Ácido fólico na gravidez

Ácido fólico na gravidez

Para que serve o Ácido Fólico na gravidez?

Quando estamos iniciando a ideia de ter um bebê e vamos a uma consulta médica ou quando nos descobrimos grávida e vamos em nossa primeira consulta pré-natal, uma das primeiras prescrições do médico é para dar início ao tratamento com ácido fólico.

Nessa hora descobrimos que engravidar não é só ir as compras do enxoval de bebê ou escolher entre lindas Bolsas Maternidade e nos damos conta que a saúde é algo primordial nessa fase especial da vida da mulher.

Nesse texto vamos te contar porque isso acontece e qual a importância dessa vitamina em nosso organismo, principalmente no momento em que estamos concebendo um bebê.

O ácido fólico é uma vitamina B encontrada em muitos suplementos e alimentos fortificados. É a forma sintética do folato. O ácido fólico é usado pelo corpo para produzir novas células e produzir DNA. É necessário para o crescimento e desenvolvimento normais em toda a vida.

Tomar ácido fólico é extremamente importante antes e durante a gravidez para o bom desenvolvimento dos órgãos de um bebê em desenvolvimento.

Pesquisas em todo o mundo mostram que tomar ácido fólico antes de engravidar pode ajudar a prevenir defeitos congênitos, incluindo defeitos graves do tubo neural: como espinha bífida, encefalocele e anencefalia.

 

INFOGRÁFICO DE NÚMEROS SOBRE O ÁCIDO FÓLICO NO BRASIL:

  • Quais são os benefícios de tomar ácido fólico durante a gravidez?

Segundo a Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia), 6 em cada 10 mil bebês que nascem no Brasil desenvolvem algum tipo de defeito no tubo neural.

Normalmente, o tubo neural se desenvolve na medula espinhal e no cérebro em 28 semanas após a concepção.

Se o tubo neural não fechar adequadamente, ocorrerão esses defeitos. Anencefalia é uma condição na qual o cérebro não se desenvolve adequadamente. Bebês nascidos com anencefalia não podem sobreviver. Bebês nascidos com espinha bífida ou encefalocele podem enfrentar múltiplas cirurgias, paralisia e incapacidade a longo prazo.

A suplementação materna com ácido fólico diminui significativamente o risco de defeitos cardíacos congênitos. Eles acontecem quando o coração ou os vasos sanguíneos não crescem normalmente antes do nascimento.  Podem causar impacto nas paredes internas do coração, nas válvulas cardíacas ou nas artérias e veias do coração.

A suplementação de ácido fólico no início da gravidez também pode ajudar a prevenir a fissura labial e fissura palatina. Esses defeitos congênitos ocorrem se partes da boca e do lábio não se fundirem adequadamente durante as primeiras 6 a 10 semanas de gravidez. Uma ou mais cirurgias são geralmente necessárias para corrigir essa condição.

  • Quanto ácido fólico uma grávida precisa?

Todas as mulheres grávidas devem tomar pelo menos 400 microgramas (mcg) de ácido fólico por dia.

O grande problema é que tomar ácido fólico depois que você descobrir que está grávida pode não ser suficiente, pois muitas mulheres não percebem que estão grávidas até seis semanas ou mais após a concepção e infelizmente os defeitos do tubo neural ocorrem durante o primeiro mês de gravidez, muitas vezes antes que a mulher perceba que está grávida.

Por isso a recomendação é que mulheres em idade fértil e que estejam planejando uma gravidez já comecem a tomar as 400 mcg de ácido fólico diariamente.

Doses mais altas são necessárias em alguns casos como:

  • doença renal
  • doença falciforme
  • doença hepática
  • mulheres que ingerem bebidas alcoólicas diariamente
  • mulheres que usam medicamentos para tratar a epilepsia, diabetes tipo 2, lúpus, psoríase, artrite reumatóide, asma ou doença inflamatória intestinal

Parte inferior do formulário

  • Como consumir ácido fólico suficiente a partir de alimentos?

O folato natural é encontrado em muitos alimentos incluindo:

  • folhas verdes
  • beterraba
  • brócolis
  • milho
  • trigo
  • feijões
  • fígado
  • gema do ovo
  • laranja
  • abóbora

Muitas porções de cereais matinais contêm 100% do ácido fólico de que a gestante precisa, mas mesmo assim, pode ser difícil saber exatamente o quanto ela está recebendo, a menos que ela acompanhe a quantidade de folato e ácido fólico em tudo o que come. Não há garantia de que ela obterá ácido fólico suficiente apenas com a comida, então um suplemento é importante.

Para garantir que você receba ácido fólico suficiente, os médicos geralmente recomendam tomar um suplemento de ácido fólico ou uma vitamina pré-natal que contenha ácido fólico antes e durante a gravidez.

Importante ressaltar que não se deve consumir mais de 1.000 mcg (1 mg) de ácido fólico (de vitaminas, alimentos fortificados ou uma combinação de ambos) diariamente.

Próximos passos

Não há como evitar todos os defeitos congênitos com 100% de certeza. Tomar quantidades adequadas de ácido fólico antes e durante a gravidez pode ajudar a diminuir o risco de:

  • defeitos do tubo neural
  • defeitos cardíacos congênitos
  • fenda palatina
  • lábio leporino

Se a gravidez estiver nos seus planos, considere adicionar uma vitamina pré-natal à sua rotina diária. As vitaminas pré-natais estão disponíveis em cápsulas, comprimidos e formas mastigáveis. Para evitar dores de estômago, tome vitaminas pré-natais com alimentos. Sempre fale com o seu médico sobre a dose correta de vitamina pré-natal, pois tomar suplementos em excesso pode ser tóxico para o bebê.

Você também pode adicionar alimentos fortificados com ácido fólico à sua dieta. Não espere até descobrir que está grávida para levar a sério o ácido fólico.

Espero que este artigo tenha resolvido todas as suas dúvidas sobre a importância do ácido fólico antes e durante a gestação.

Sou Marília Tannuri Verni, mãe de 2 meninos (Ian – 11 anos e Lorenzo – 4 anos), publicitária, idealizadora do Portal Grávida em Campinas e Proprietária da loja infantil on line Petit Papillon Bebê & Criança. Uma apaixonada pelo universo infantil e por todas as chances que a maternidade nos proporciona.

Leia também

menino ou menina como saber

Menino ou menina como saber o sexo do bebê

Menino ou menina como saber o sexo do bebê? O primeiro questionamento que surge na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *