Home / Viagem com Crianças / Disney / Aluguel de carro em orlando
aluguel de carro na disney

Aluguel de carro em orlando

Aluguel de carro em Orlando – Vale a pena alugar ?

Passeio no exterior  – mobilidade influencia, e bastante! Entenda como funciona o aluguel de carro em Orlando.

O aluguel e carro em Orlando é uma prática bem comum, principalmente entre os brasileiros que vão para lá. Mas se existem tantas pessoas que usam este serviço, porque estou tendo certas dificuldades? Calma! É tudo questão de informação.

E informação é o que justamente, iremos te dar. Alugar veículos em Orlando poder ser um processo bem fácil, só é necessário se atentar para alguns pontos, que muitas das vezes, vão além do ato de simplesmente alugar um carro.

Aqui, você receberá algumas informações essenciais e algumas dicas, para evitar dor de cabeça em plenas férias.

Tudo o que você precisa saber sobre sua viagem para Disney

Aluguel de carro em Orlando. Entenda como funciona o trânsito

Para quem dirige, conhecer a área que está com o veículo é fundamental, e se você pretende fazer um aluguel de carro em Orlando, não poderia ser diferente. Em relação à outras cidades do mundo, que tem o metrô, por exemplo, como Nova York, Paris, Tokyo e Londres

Orlando é uma cidade onde as pessoas dependem bastante de um veículo. Primeiramente porque o transporte público é bem decadente, apesar de barato. Como foi dito, não há metro e as linhas de ônibus público são pouquissimas, podendo levar de 2 a 4 horas para se locomover de um lugar para o outro

Você pode pensar, bom, mas para isso existe táxi. Ok, eles podem até quebrar o galho, mas não queira depender deles. Em Orlando, os motoristas de táxi trabalham muito de forma informal, e na maioria das vezes eles preferem negociar o preço da corrida com você ao invés de usar o taxímetro e lembre-se que ainda tem a gorjeta!

 

Use a internet a seu favor

Imagine você tendo que fazer uma pesquisa de aluguel de carro em Orlando a pelo menos, vinte anos atrás? Pois é, seria uma verdadeira saga. As informações estão por todos os lados nos dias de hoje.

Há vários sites especializados em reservas de hotéis, compra de passagem e aluguel de veículos, quem não tem preguiça de pesquisar, ganha muito, pois consegue comparar os melhores preços e melhores empresas de aluguel. Pela internet sempre o preço é melhor!

Alguns sites interessantes para você começar a fazer as suas  pesquisas são, Rent Cars, Expedia, Rental Cars, Kayak e muito mais.

Entenda sobre os seguros

Para fazer um aluguel de carro em Orlando, por favor! Considere fazer um seguro, tomara que não, mas já pensou, caso ocorra um simples raladinho no veículo, como proceder? Ainda mais em viagem à passeio, imagine a dor de cabeça?

Ao alugar um carro nos E.U.A, é necessário entender os tipos de seguros, confira a lista:

  • Seguro LDW

Loss Damage Waiver, oferece cobertura para todos os tipos de danos aos carros como, vandalismo, colisão e roubos;

  • Seguro CDW

Colllision Damage Wiver é como se fosse o LDW, mas só cobre colisões, nada de roubos e vandalismo;

  • Seguro ALI

O Additional Liability Insurance é o seguro para terceiros;

  • Seguro PAI

O Personal Accident Insurance oferece cobertura para despesas médicas;

  • Seguro PEP

E por fim, o Personal Effects Protection, como o PAI, porém também cobrem roubo de bagagem.

O seguro básico, LDW cobre financeiramente roubos, e os danos que forem causados por vandalismo. Ele é um dos seguros mais simples, e muitas locadoras na internet oferecem, aliás, ele está incluso nos serviços de diversos cartões de crédito.

  • O único fator é que os seguros LDW não cobrem os danos de terceiros, então, para se proteger de desastres financeiros, se você se envolver em algum acidente com outros carros, é preciso contratar o seguro ALI, que é bem mais completo.
  • Mas uma questão que coloca a contratação deste serviço por muitos em dúvida, é que ele pode custar o preço de uma locação de veículo, ainda mais em épocas como novembro, dezembro, junho e julho, períodos em que Orlando está mais cheio – Férias, natal, ano novo, enfim, justamente devido a sazonalidade.
  • No entanto, se você quer proteção total, o indicado são os seguros chamados PAI e PEP. Caso aconteça algum acidente, os dois cobrem despesas médicas, porém o PEP estende a sua cobertura ás bagagens furtadas que poderão estar dentro do veículo;

O recomendado é sempre optar pelo seguro de carro ALI, oferece cobertura mais completa aos danos do veículo e aos terceiros também, já que os gastos podem ser realmente muito grandes. Agora, para as despesas médicas e furto de bagagens, o recomendado é contratar o tradicional seguro de viagem.

  • Sairá bem mais barato que contratar uma locadora de veículos somente para isso;
  • É importante citar que a nomeação das coberturas de seguros muda de locadora para locadora. Por exemplo, o seguro ALI pode ser chamado de “responsabilidade civil” em alguns sites brasileiros, ou então, de “EP”;

alugar carro em orlando

Abastecer o carro antes ou depois?

O recomendado é abastecer o carro antes de devolve-lo, porque? A gasolina fora do aeroporto costuma ser bem mais barata do que o valor que a locadora irá te cobrar.

Mas caso você esteja com muita pressa e achar que não terá tempo de abastece-lo antes de devolver, contrate o serviço de tanque cheio ao pegar o carro, assim, o preço a ser pago será mais barato que o abastecimento comum do aeroporto.

Em casos de multas

Caso você leve uma multa de radar ou estacionamento em Orlando, a locadora irá pagar, porém, depois vai cobrar do seu cartão de crédito, o que você usou no momento de aluguel do carro.

Mas, se você for pego por um policial excedendo os limites de velocidade, terá que pagar a multa instantaneamente. Nos estados Unidos da América, você pode também ser multado, por estar abaixo da velocidade mínima, principalmente na I4, rodovia interestadual que corta Orlando no meio, ou seja, você dirigirá bastante por lá.

  • No geral, os limites de velocidade são de 55 a 70 mph, milhas por hora ou de 90 a 105 km/h, nas rodovias e de 20 a 30 mph, 32 a 48 km/h, nas ruas da cidade. Pode variar de uma área para outra, por isso, fique atento ás placas de trânsito.

Idade para alugar um carro, tem?

Nos estados Unidos, apesar de 16 anos ser a idade mínima para tirar a habilitação, as empresas de aluguel de carro só permitem locação para pessoas maiores de 21 anos.

Em cidades turísticas, que é o caso de Orlando, existe uma cobrança adicional, que pode sair um pouco carinha, por volta de $50,00 o dia, para motoristas abaixo de 25 anos.

 

Minha CNH comum vale nos EUA também?

Esta é a dúvida de muitas pessoas, e a resposta é sim! Muitos países, incluindo os Estados unidos, aceitam a carteira de habilitação nacional, normalmente, não sendo preciso fazer o PID, Permissão Internacional para Dirigir.

O que torna vantajoso fazer o PID, é que pelo fato de ela ser internacional, os funcionários se situam melhor nas informações do documento. No entanto, lembre-se, a PID só é validada com a apresentação da CNH junto.

  • Mas de qualquer modo, as locadoras estão muitos acostumadas a atender brasileiros. Então, pode ir sem preocupações com a sua CNH;

Outra dúvida recorrente, é a respeito da validade e o tempo mínimo de emissão da CNH nos Estado Unidos. A Convenção de Viena e a lei de Trânsito da Florida, responsáveis pelas questões legislativas que desrespeitam o trânsito, determinaram nada em relação a isto.

  • Porém, algumas locadoras colocam algumas regras para as pessoas que acabaram de tirar a habilitação, então, é bom se informar com as locadoras que você cogitar reservar o carro.

Qual veículo devo alugar?

Os sites das locadoras não são exatamente claros ao mostrar os modelos de veículos disponíveis, podem expor um modelo de carro, mas na verdade, estão tratando a respeito do tipo de veículo.

Você acha que está alugando um, mas na verdade está alugando outro, então, não se assuste se ao chegar na locadora, o modelo do seu desejo não estiver disponível. Confira algumas das categorias mais comuns:

  • Economy

Como o nome propriamente dito, são mais baratos e menores, cabem até 4 pessoas, é certo que não irá suportar uma família de 4 e mais as malas de todos. Caso esteja com o orçamento mais apertado e só conseguir um carro econômico, se prepare para fazer duas viagens, sempre.

Um exemplo de carro deste tipo é o Kia Rio;

  • Compact

Os modelos compactos são econômicos, porém, com um pouco mais de espaço no porta malas. Caso seja uma família também de 4 pessoas, este carro não atenderia as necessidades. Os exemplos de carros do tipo são o Ford Focus e o Nissan Versa.

  • Midsze

É parecido com os carros compactados, mas esses modelos são com um pouco mais de espaço no porta malas, porém, ainda não é o ideal para uma família de no mínimo 4 pessoas. O Toyota Corolla é um exemplo de veículo do tipo;

  • Fullsize

É similar aos modelos midsizes e fullsizes, mas são mais espaçosos e com o porta-malas ainda maior e mais luxuoso. Comporta 5 pessoas e no máximo 2 malas grandes, 1 média e 2 pequenas. Os exemplos de modelos do tipo são, o Chevrolet Malibu e o Dodge Charger;

  • Minivan

Esta é uma boa indicação para quem viaja em grandes grupos. Não tem grande diferença na capacidade, uma minivan consegue comportar de 7 a 8 pessoas, mas o porta malas é bem extenso, porém, se for 7 pessoas com 2 malas cada uma, uma única viagem não dará conta. Alguns exemplos de minivans são o Dodge Grand Caravan e a Toyota Sienna;

  • SUV

Por fim, é um dos modelos mais confortáveis e luxuosos para alugar. Não comporta muitas pessoas como as minivans, mas o porta malas é muito grande. Alguns são o Jeep Grand Cherokee e o Ford Escape.

Esses são alguns dos modelos que você pode escolher para comportar a família, ou um grupo de amigos. Como você viu, é preciso se informar sobre os diversos tipos de carro, para não ter problemas na estrada em Orlando.

Dê atenção ao GPS e aos outros aplicativos

Se estiver perdido ou não quiser se perder, super vale a pena apostar no uso de GPS. Agora, caso você tenha muita paciência, é possível usar o mapa de Orlando que as locadoras oferecem.

O Google Maps também é uma boa opção, se você nunca nem usou esse aplicativo disponível em seu smartphone, em Orlando, chegou a hora de usar. Você pode consultar endereços, nomes de ruas, avenidas, além do mais, é um aplicativo que funciona com imagens reais do lugar.

Ou seja, proporciona uma memória visual ao usuário, facilitando assim, achar o local de destino.

Não deixe tudo para última hora

Está no sangue do brasileiro deixar tudo para última hora, porém, planejar uma boa viagem exige demanda de tempo, pesquise! Pesquise muito, preços, seguros, locadoras, rotas, modelos de carros, enfim, tudo para que sua viagem seja tranquila.

Pesquisar garante que você procure o que se encaixa perfeitamente para você, sabe quando no calor do momento compramos determinado produto com um valor exorbitante, mas na loja ao lado estava mais em conta? Então, é mais ou menos isto, quanto mais poupar, melhor.

Além do mais, poupar pode fazer sobrar aquele dinheirinho para poder gastar mais com os prazeres da viagem.

Por fim, os paços que antecedem um aluguel tranquilo são esses, mas separamos algumas dicas bônus, oba! Confira.

Sistema de pedágio em Orlando

Há 5 sistemas de cobrança nos pedágios em Orlando. Esses 5 sistemas funcionam separadamente, mas podem funcionar juntos, e isto acaba complicando a vida dos turistas. Confira a lista:

  • sunPass

O SunPass equivale ao conhecido Sem Parar / Via Fácil aqui do Brasil. Com um dispositivo que se coloca no vidro do carro ou não, o motorista pode passar sem nem perceber os pedágios e a cobrança chega no final do mês em casa. Há duas opções para os turistas que querem usar estes sistemas na hora de alugar um carro.

  • EPass

É um sistema similar com o SunPass, porém, um pouco mais abrangente. Ele está presente em uma importante estrada que corta Orlando, a Beachiline Expressway (SR 528);

  • Plate Pass/ EToll/ TollPass/ HTA

Esses sistemas, também conhecidos como “toll-by-plate, surgiu para atender a necessidade que quem não quer andar com vários aparelhos no para-brisa como o EPass e o SunsPass.

Ao passar pelas faixas sujeitas à cobrança automática, o pedágio tira uma foto da placa e manda para a locadora. A cobrança é feita no cartão.

  • SunPass e EPass

Aqui, o pedágio também tira uma foto da placa e manda a conta do pedágio, direto para a locadora. A cobrança é feita no cartão caução que foi deixado por você na retirada do veículo.

Como pagar o pedágio em Orlando?

O dinheiro ainda é muito aceito por esses lados. A dica é, tenha dinheiro trocado e muitas moedas, para o caso de encontrar pedágios que só aceitem Exact Coints, não é preciso contratar nenhum plano de pedágio da locadora de veículos se não quiser.

Um fato, mas muitos não sabem, a conhecida I-4, estrada que liga Orlando a outras cidades como Tampa, não possuí pedágio algum. O que pode ser encontrado são alguns pedágios menores que ligam outras estradas a I-4, porém, essa principal em si, é livre de cobranças.

Caso ocorra de você encontrar um pedágio, e não tiver dinheiro trocado para pagar, não tem jeito, você terá que passar, mas corre o risco de receber multas depois. Para precaver, tente sempre andar com alguns tocados no carro. Ao chegar no aeroporto, compre chicletes, água em lojas, para trocar as notas.

Como as locadoras pagam o pedágio

Lembre-se que ao retirar o seu veículo na locadora, ela é obrigada a reter um valor de caução no seu cartão de crédito. Caso você fique devendo algum centavo de dólar para a locadora de veículos, pode apostar, você será cobrado no cartão, e você terá de pagar junto com a cotação alta da sua operadora IOF.

E mais, aqui não estão inclusos somente os danos do carro e as multas, mas os pedágios também. Por isso, é extremamente importante ler bastante sobre a política de cada uma das locadoras de veículos na hora de repassar os custos de pedágio.

Isso, de fato, terá impacto no seu custo final e deve ser considerado na sua escolha.

Política das locadoras de carro para uso de pedágio automático

A grande maioria das locadoras de veículos usam o sistema PlatePass. Então, nas faixas de cobrança automática, SunPass ou EPass nos pedágios, a locadora irá cobrar no cartão de crédito + uma taxa de $ 4,95 dólares por dia.

No caso da Hertz, só cobram os dias que passar por pedágio, mas no caso da FireFly, será cobrada a taxa por todos os dias de locação, mesmo não utilizando todos os dias.

É importante ressaltar que chega um determinado momento que a locadora para de cobrar a taxa diária. Isso procederá desde que os usos sejam dentro de um mês de locação. A cobrança é feita no cartão que foi deixado para caução, alguns dias depois da viagem é possível pagar em dinheiro na devolução do carro.

  • Avis, Budget e Pauless

Essas locadoras trabalham com o sistema EToll, que foi explicado um pouco acima, neste artigo. Caso você use as faixas de cobrança automática, o SunPass ou EPass, elas cobram o valor do pedágio e uma taxa por dia no seu cartão de crédito. A taxa é de $3,95 por dia de locação, mesmo se não usar em alguns dias, será cobrada a taxa, limitada a $19,75 por mês de locação, ou seja, 30 dias corridos.

O pagamento é realizado da mesma maneira, no cartão de crédito deixado como caução na retirada.

  • No caso da Payless, os veículos são equipados com um aparelho ao lado do retrovisor central, e é possível ligar ou desligar o sistema. Se for sua opção de uso, a taxa diária é de $2.95 por dia de locação, e o valor máximo a ser cobrado é de $14.75 por mês.
  • National, Alamo e Eterprise

Essas três locadoras usam o sistema TollPass. Pois fazem parte do mesmo grupo, possuem a mesma política e cobram o valor do pedágio + taxa de $3,95 por dia de uso, e essa é a vantagem. Cobram somente os dias em que passar por pedágio, limitado no valor de $19,75 para todo o período da locação.

  • Sixt

A Sixt, usa o sistema HTA, porém oferece duas maneiras de cobrar os clientes. A primeira é contratando o serviço de pedágios pré-pago, onde é cobrado uma taxa de $7,99 a mais por dia de locação do carro, usando ou não o pedágio, e independente de quantas vezes você passa no pedágio.

A segunda forma é passando normalmente pelas faixas de cobrança automática, SunPass e EPass, e depois de algumas semanas, a Sixt irá cobrar no seu cartão o valor dos pedágios + $5 por pedágio que você tenha passado.

  • Aqui vale pensar o seguinte, se você for ficar somente em Orlando, onde existem menos pedágios, vale a pena não pagar a taxa fixa. Agora caso você queira fazer uma visita em cidades vinhas, a primeira opção é mais viável;
  • Dólar, Thrifty e FOX Rent a Car

Apesar de trabalharem com o sistema PlatePass, a Dollar, a Thrifty e a FOX não são as mais recomendadas quando o assunto é pedágio. Ali você tem duas opções:

  • Pagar o pacote que eles oferecem que cobre todos os pedágios da locação, por um valor que pode variar devido a sazonalidade, com a duração da sua locação e até com o local da retirada do carro.

Esse valor varia entre $8 e $11 dólares por dia de locação. Há ainda opções mais caras para semana e quinzena;

  • Ou você terá que pagar uma taxa considerada abusiva, no valor de $15,00 por pedágioque passar com o carro, ou seja, sai bem carinho.

Para todas essas opções de locadoras citadas acima, é preciso contratar o pacote na hora de retirar o carro.

Viu só como um aluguel de carro em Orlando pode ser bem mais extenso e detalhado, para que você possa fazer uma boa escolha e curtir a cidade mais visitada por brasileiros com tranquilidade? Comente o que você achou e compartilhe essas super dicas.

Acompanhe-nos no facebook 

Leia também

hollywood studios disney orlando

Hollywood Studios

Hollywood Studios O parque Hollywood Studios, chamado anteriormente de MGM Studios, foi construído em 01 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *