Home / Bebê mês a mês / Bebê 4 meses
desenvolvimento do bebê de 4 meses

Bebê 4 meses

O bebê de 4 meses – tudo sobre seu desenvolvimento e comportamento!

Durante o desenvolvimento do bebê de 4 meses a sua breve vida já começa a dar sinais de que tudo pode ser ainda mais interessante! Tudo desperta curiosidade e vontade de entender e é justamente nessa fase que a alimentação acaba precisando de uma maior atenção.

Esse constante desvio de atenção pode prejudicar um momento muito importante na rotina do bebê – a amamentação.

E nesse momento também que muitos pais acabam considerando a inclusão de outros alimentos à dieta do bebê, porém os médicos acreditam que o melhor caminho é aguardar pelo menos que ele atinja os 6 meses de idade.

A fome se revela menos frequente – o seu estômago agora é maior do que antes e isso pode fazer com que ele sinta fome com menor frequência do que antes. – As mamadas agora podem ser de apenas 5 ou 6 vezes ao dia.

Com a diminuição do apetite, o bebê passa a ficar mais parecido com crianças maiores e até mesmo adultos – porém, é importante ainda manter os cuidados, pois ele poderá continuar ganhando peso e crescendo, mesmo que o ritmo seja menor do que antes.

Nesse caso, o cuidado se refere a não achar que a criança está com algum problema por não sentir fome com tanta frequência – é normal!

 

Desenvolvimento do bebê de  4 meses – o apetite diminui, mas a sua curiosidade aumenta!

A atenção do bebê agora começa a ganhar outras proporções – pessoas e outras situações se tornam ainda mais interessante, mesmo enquanto ele está mamando.

Por mais que seja incrível ver seu bebê interagindo mais e entusiasmado com um universo de novidades, tenha em mente que os momentos destinados à alimentação poderão ser um pouco mais complicados.

Se perceber que o bebê se distrai com muita facilidade, o mais indicado é sempre procurar um local que seja tranquilo para amamentá-lo, pois isso evitará que ele acabe focando a sua atenção em outras coisas e mame direitinho!

O bebê de 4 meses tende a se alimentar de 5 até 6 vezes por dia – sim, essa já é uma quantidade de vezes suficiente para que ele se sinta bem e saciado, e os pais podem ficar tranquilos com essa menor frequência de alimentação.

Bebê de 4 meses – o que é preciso saber sobre essa fase

O bebê de 4 meses certamente estará mais interessado ainda nas coisas que estão ao seu redor – e isso agora pode ser um fator que poderá começar a atrapalhar um pouco o momento da amamentação!

É nessa fase também que algumas famílias acabam iniciando a introdução de alimentos, porém, grande parte dos médicos indica que o mais recomendado é esperar até que ele tenha 6 meses de vida!

O grande problema nessa fase da vida do bebê, na verdade, é justamente a ansiedade dos pais! E isso fica evidente pelo fato de que muitos simplesmente partem para a entrega de alimentos no lugar de somente manter a amamentação!

A forme do bebê agora também acaba sendo menos frequente do que nos meses anteriores! Aos 4 meses de vida, o bebê já possui o estômago maior e justamente por isso ele não sentirá tanta necessidade de se alimentar com a mesma frequência de antes!

Em geral, o bebê de 4 meses tende a se alimentar de 5 até 6 vezes por dia – sim, essa já é uma quantidade de vezes suficiente para que ele se sinta bem e saciado, e os pais podem ficar tranquilos com essa menor frequência de alimentação.

Quantos meses o bebê começa a comer?

O leite materno possui todos os nutrientes necessários para o bebê e tende a suprir perfeitamente o pequeno entre os 0 e 6 meses de idade. A partir do 4° mês de vida é iniciada a introdução de alimentos liquidos como, sucos e chás e a partir do 5° mês é iniciada a introdução de algumas frutas.

Porém, é muito comum que os pais tenham um pouco de ansiedade no que diz respeito à inclusão de uma dieta com alimentos sólidos – vale destacar que antes de seguir esse caminho é fundamental sempre conversar  com o pediatra e confirmar se é o momento certo!

Isso porque esperar um pouco mais para a introdução de alimentos sólidos ajuda a amenizar os riscos de reações alérgicas, além de garantir que ele poderá absorver o leite materno por mais tempo!

Como já explicado no tópico anterior, o bebê poderá começar a comer por volta dos 6 meses, que é quando se indicada iniciar o processo de introdução alimentar!

Para poder iniciar a alimentação do bebê (que deve ser aos 6 meses de vida) alguns alimentos podem ser boas apostas, como no caso do purê de batata ou de abobora, bem como o mingau de trigo!

Outros alimentos indicados são a batata doce, couve flor, cenoura, chuchu, mingau de arroz, aveia e milho, maça, pera e banana!

Ao iniciar a introdução desses alimentos é sempre importante que os pais lembrem de oferecer também água para o bebê, pois a partir de agora o leite não deverá ser mais tão suficiente para manter o pequeno devidamente hidratado, sendo que ele poderá sentir mais sede!

E não se surpreenda se de início o bebê demonstrar alguma resistência a alguns alimentos. Isso é bastante normal, sendo que ele simplesmente poderá se recusar a comer!

Outro ponto importante é que antes de iniciar a introdução alimentar os pais procurem conversar com o pediatra do bebê, de forma a conhecer algumas orientações importantes e até mesmo sanar qualquer eventual dúvida!

Quantos meses o bebê pode comer papinha?

Alguns pais não aguentam a ansiedade e logo querem começar a introdução de alimentos na rotina do bebê! Porém, como já foi esclarecido, boa parte dos médicos não recomenda essa ação precoce!

De maneira geral, é importante destacar que de 4 até os 6 meses de vida, os bebês estão recebendo todos os nutrientes de que necessitam por meio do leite materno – em alguns casos de fórmulas lácteas!

Se você está cogitando começar a introduzir alimentos na rotina do bebê, incluindo a papinha a melhor sugestão que pode ser dada é recomendar que antes de tomar qualquer atitude seja estabelecido um diálogo com o pediatra!

A introdução de alimentos para o bebê de 4 meses, como no caso de frutas, papinha ou sopinha, pode até ser considerado, principalmente porque nesse momento ele já estará com o sistema digestivo mais desenvolvido.

Além disso, reflexo de propulsão da sua língua começa também a desaparecer – e isso poderia sim ajudar no processo de introdução de alimentos.

Vale salientar que não são somente os médicos que indicam que os pais devem esperar mais alguns meses, o Ministério da Saúde também faz esse alerta!

Ou seja, pode ser bem melhor segurar um pouco da ansiedade e simplesmente esperar mais um pouco para começar a apresentar os alimentos ao pequeno.

Essa espera até pode agregar outras benefícios para o bem estar do bebê, uma vez que poderá diminuir bastante o risco de reações alérgicas – e o leite materno certamente é o melhor alimento que se bebê poderia ter, pode ter certeza disso!

Sem contar que a amamentação é uma troca maravilhosa entre a mãe e a criança, por isso, para quê querer acelerar esse processo, não é mesmo? Curta mais um pouco esse momento único e tão fundamental da amamentação!

Quais os sucos que pode dar para bebê?

São diversas opções de sucos naturais que podem ser oferecidos para o bebê de 4 meses, segue algumas sugestões:

      • Suco de laranja lima para o bebê:
      • Suco de pêra para o bebê:
      • Suco de maçã:
      • Suco de laranja com cenoura:
      • Suco de maçã com pêra:
      • Suco de mamão com laranja lima para bebê:
      • Suco de laranja lima com beterraba para bebê:
      • Suco de maçã com laranja lima para bebê:

Qual fruta dar para bebê de 5 meses?

As frutas quem podem ser introduzidas na alimentação do bebê após o 5° mês de vida são:  maçãbananamamão e pêra. Segundo os pediatras, qualquer tipo dessas frutas pode ser oferecidas, amassadas ou raspadas, entretanto, os bebês costumam  ter maior aceitação na maçã Argentina, banana Prata, pêra Willams e o mamão papaya.

Quando o bebê começa a sentar?

bebê 4 meses

Nos seus 4 meses de vida, o bebê poderá se mostrar mais agitado e receptivo a interações – se você o colocar de bruços, logo perceberá que ele já irá erguer a cabeça e os ombros, usando seus braços como uma espécie de apoio – tudo para investigar o ambiente e ver você!

Esses movimentos são ótimos, pois ajudam a fortalecer a sua musculatura e ainda ajuda a oferecer uma visão muito mais privilegiada para o pequeno.

E não pense que somente você poderá ficar surpresa ao ver o bebê rolar de costa para a posição frontal, ou o contrário! – ele também poderá ficar bem surpreso ao fazer esse movimento nas primeiras vezes e você poderá perceber isso na sua feição!

Para motivar ainda mais toda essa energia, aposte no uso de brinquedos, mantendo eles sempre pertinho do bebê!

Quando ele tentar esse movimento, independente de conseguir ou não, comemore, vibre e deixe claro que você também está dando total apoio moral para a sua superação – mesmo que pareça algo divertido, ele ainda pode ficar assustado com tantas novidades!

A coluna do bebê somente se firma por volta dos 6 meses de vida, de modo que antes dessa fase os pais podem estimular algumas ações para que o bebê possa se desenvolver ainda mais!

Nesse caso, o bebê pode ser estimulado a partir do 4º mês de vida! Para tanto, você pode colocar o pequeno no colo, sentadinho de frente para você, procurando o segurar pelas axilas.

Com movimentos suaves e devagar, começa a brincar de serra-serra (que nada mais é aquele movimento de ficar balançando a criança para trás e para frente).

Ele não somente vai adorar a brincadeira, como também irá forçar o pescoço, bem como se manter ereto! Porém, esse tipo de estimulo não agrega vantagens antes do bebê atingir 4 meses de vida! Isso porque antes ele não conseguirá absorver essas informações, ou seja, não aprenderá!

Outro ponto de alerta é que bebês que estejam acima do peso podem demorar mais tempo para conseguir sentar – e é justamente o peso que pode acarretar essa dificuldade.

Diante disso, compete aos pais entender como aplicar exercícios que ajudem a enrijecer a musculatura e também manter o tronco mais ereto. Além disso, as visitas constantes ao pediatra ajudarão a entender se o bebê está ou não acima do peso!

Qual é o peso ideal para um bebê de 4 meses?

Tabela de Peso do bebê de 4 meses
Meninos Meninas
Peso 6,4 g 6,1 g
Altura 62 cm 61 cm
Perímetro cefálico 41,5 cm 40 cm
Perímetro torácico 41,5 cm 39,5 cm

Dentição no Bebê de 4 meses

É automático – quando finalmente o bebê consegue pegar um determinado objeto ele levará até a boca! Ele pode até avaliar e estudar um pouquinho sobre o que conseguiu pegar com as próprias mãozinhas, mas o fim é certo: vai para boca sim!

Nesse momento, alguns pais poderão perceber que a criança está babando mais do que antes – isso pode acontecer porque a dentição pode estar começando a dar sinais. Porém, os dentes realmente aparecem entre os 5 e 6 meses de vida.

A brincadeira com objetos é sempre sadia e uma ótima maneira de estimular ainda mais o desenvolvimento da criança!

A água também é o tipo de “brinquedo” que a maioria dos bebês ama! Por isso, a hora do banho também pode ser um momento incrível para interagir com ele!

O desenvolvimento do bebê de 4 meses é uma fase onde a interação se torna ainda mais evidente e tudo para o bebê é uma grande e deliciosa descoberta!

Mais sobre o desenvolvimento do bebê de 4 meses

O desenvolvimento do bebê de 4 meses é, sem sombra de dúvidas, um momento de muitas descobertas para ele! Com maior autonomia sobre seus movimentos e percepções ele não somente passará a interagir mais nas brincadeiras como também se alegrará bastante brincando até mesmo sozinho!

Tudo parece uma delicia e irresistível! Afinal, o grande desfecho de praticamente tudo que ele consegue, como uma vitória, pegar com as suas mãozinhas é a boca!

Fraldinha, toalhinha, brinquedo, bonecos e até mesmo a mão – tudo vai parar aonde? Na boca, claro!

Babar também acaba sendo algo ainda mais frequente – em alguns bebês a dentição começa a dar sinais de surgimentos nessa fase ainda, porém, o mais comum é que isso comece mesmo entre os 5 e 6 meses de vida!

Portanto, não se assuste se os sinais do primeiro dentinho se mostrarem agora – ou também não pense que algo está errado porque você soube que um outro bebê na mesma idade já está começando a ter seu dentinho! Isso pode variar muito de criança para criança.

Os objetos agora parecem muito mais interessantes para ele e até mesmo uma simples toalhinha de mão ou uma fraldinha limpa poderão ser um grande objeto de distração e interação.

Ele já consegue brincar sozinho e adora cores!

O bebê de 4 meses já consegue fazer algumas brincadeiras por conta própria! Tanto é que em um belo dia ele irá descobrir o seu próprio pé, e com essa revelação “bombástica” em sua vida, ele ficará bem entretido!

Ele poderá ficar um bom tempo brincando com seus pezinhos e mãos e ficará tão distraído que chega a surpreender!

Tudo poderá parecer calmo demais em um dado momento, e quando os pais resolvem dar uma olhadinha para checar se está tudo bem descobrem que o bebê está se virando muito bem sozinho com suas novas brincadeiras divertidas!

E falando em diversão, agora o seu bebê poderá se divertir com uma outra coisa – as cores! Os bebês conseguem enxergar as cores desde o seu nascimento, mas ainda terão dificuldades em conseguir distinguir tonalidades parecidas, como no caso do laranja e do vermelho.

Justamente por isso eles podem ter muito mais interesse pelo o preto e o branco, ou cores que tenham um maior contraste. Mas, o bebê de 4 meses já começa a diferenciar algumas cores, percebendo até mesmo tons que sejam mais próximos!

As cores primárias agora serão suas favoritas, e nesse caso, os móbiles que tenham essas cores podem ser um outro motivo para manter o pequeno bem entretido e feliz!

O mesmo vale para pôsteres que tenham cores vivas e também livros ilustrados com cores bem chamativas – tudo isso poderão despertar de fato a atenção do bebê!

 

Gostei mamãe! Vou por na boca!

Não fique desesperada com medo que seu bebê esteja colocando objetos ou a mão na boca – isso é normal! O único cuidado que os pais precisam ter é com relação à higiene! Mas, em geral, brinquedos, paninhos e fraldinhas vão sim parar na sua boca de qualquer forma!

Para fomentar ainda mais essa interação, que tal disponibilizar brinquedos diferentes, como um chocalho, por exemplo? O som sempre ajuda a entreter os pequenos e é uma forma de contribuir com o seu desenvolvimento.

As brincadeiras até mesmo sozinho são divertidas!

Nessa fase de sua vida, o bebê não perde uma oportunidade de brincar, mesmo que seja sozinho – até mesmo os pezinhos e mãos se tornam opções para ele interagir por alguns minutos que sejam!

Será que você agora consegue um minuto para meditar ou assistir algo na tv? – tudo pode ficar silencioso e quieto demais e quando você resolve, por instinto checar o pequeno no berço, descobre que ele está lá de olhos bem abertos curtindo seu pé em total tranquilidade! – é fofo mesmo!

Maior compreensão dos sons e da linguagem!

Aos 4 meses o bebê pode ter uma maior percepção acerca dos sons mais básicos e até mesmo da língua falada dentro do seu lar! Segundo alguns especialistas é nesse período que esses dois aspectos ficam ainda mais evidentes.

No período entre seus 4 meses e 6 meses de idade a sua capacidade de reproduzir alguns sons típicos como o “ma-ma” ou “da-da”, mesmo que não permita alguma ligação deles à mãe ou outras pessoas são cada vez mais frequentes.

Os jogos de imitação agora também são possíveis – é bem provável que ele tente reproduzir algo que você ou outra pessoa digam para ele!

O mais legal é que todo e qualquer estimulo de comunicação feito com o bebê agora será respondido de forma muito mais substancial! E isso é ótimo para o seu desenvolvimento!

O pequeno passará a compreender melhor os conceitos relativos à causa e efeito da sua comunicação e os sons que ele imite, com o tempo terão uma real intenção.

Um mundo colorido que os encanta!

Os bebês conseguem identificar as cores desde quando nascem, mas não conseguem distinguir as diferentes tonalidades, principalmente quando elas são muito próximas, como por exemplo, o laranja e o vermelho!

É justamente por isso que eles acabem sendo mais atraídos pelo preto e branco ou por cores que sejam bastante contrastantes – mas, aos 4 meses as cores ficam mais evidentes para o bebê e ele já consegue diferenciar diversos tons com mais facilidade.

As cores primárias certamente irão chamar ainda mais a sua atenção – na decoração do quarto, investir em elementos que possuam essas cores ajuda no seu desenvolvimento e agrega ainda mais interesse ao pequeno!

Um bom exemplo para isso é apostar em móbiles com tais cores – mantenha o acessório longe do seu alcance! Quadrinhos, pôsteres, livros e demais ilustrações também são perfeitos para o ambiente onde o bebê costuma ficar!

Mas, posso ficar tranquila? Será que o desenvolvimento deles está de acordo?

Cada bebê tende a se desenvolver de uma forma diferente e possui um ritmo particular de quebrar barreiras e aprimorar os movimentos físicos.

Todos os pontos destacados até aqui são apenas referencias do que é possível identificar nessa fase, mas não deve ser visto como uma regra e pronto! – o mais importante é conhecer bem seu bebê e respeitar seus limites, acima de tudo!

O desenvolvimento do bebê de 4 meses é um dos momentos mais mágicos que você poderá ter vivido até aqui e certamente você irá se emocionar muito a cada nova conquista e descoberta do seu pequeno!

Acompanhe-nos no facebook

Leia também…

Criança de 6 anos
Criança de 5 anos
Criança de 4 anos e 6 meses
Criança de 4 anos
Criança de 3 anos e 6 meses
Criança de 3 anos
Criança de 2 anos e 9 meses
Criança de 2 anos e 6 meses
Criança de 2 anos e 3 meses
Bebê de 2 anos
Bebê de 1 ano e 11 meses
Bebê de 1 ano e 10 meses
Bebê de 1 ano e 9 meses
Bebê de 1 ano e 8 meses
Bebê de 1 ano e 7 meses
Bebê de 1 ano e 6 meses
Bebê de 1 ano e 5 meses
Bebê de 1 ano e 4 meses
Bebê de 1 ano e 3 meses
Bebê de 1 ano e 2 meses
Bebê de 1 ano e 1 mês
Bebê 1 ano
Bebê 11 meses
Bebê 10 meses
Bebê 9 meses
Bebê 8 meses
Bebê 7 meses
Bebê 6 meses
Bebê 5 meses
Bebê 4 meses
Bebê 3 meses
Bebê 2 meses
Bebê 1 mês

Leia também

criança 4 anos desenvolvimento

Criança de 4 anos

Criança de 4 anos, tudo sobre seu desenvolvimento e comportamento ! Você chegou em casa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *