Home / cuidados especiais / Como lidar com chutes, mordidas e arranhões

Como lidar com chutes, mordidas e arranhões

Como lidar com chutes, mordidas e arranhões!

Saber como lidar com chutes, mordidas e arranhões pode ser um grande e desafiador trabalho na hora de educar as crianças e contribuir para que elas tenham uma boa formação pelo resto de sua vida!

Muitos pais, principalmente os de primeira viagem, podem se surpreender por vezes com um comportamento mais agressivos – mas, afinal, como lidar com chutes, mordidas e arranhões?

Na verdade, esse tipo de comportamento, por mais difícil que seja lidar com ele, é parte integrante do desenvolvimento natural de uma criança – e se o seu filho ainda não o manifestou, certamente o fará!

Ações agressivas acabam sendo uma espécie de alternativa quando a criança ainda não sabe de fato se comunicar de forma efetiva e quer se tornar mais independente.

O ponto é que ela ainda não tem muito controle acerca de seus impulsos, e por isso acaba chutando, dando tapas, socos e por aí vai!

Porém, não é porque tais comportamentos são comuns que você precisa simplesmente ignorados ou até mesmo aceitos prontamente!

Saiba como reagir e lidar com tais situações agora mesmo no decorrer desse artigo!

Como lidar com chutes, mordidas e arranhões – a lógica deverá ser sua aliada nesses momentos!

Situações aparentemente tranquilas podem na verdade não parecer assim depois de alguns segundos! Um breve momento e tudo pode mudar! E é aí a criança precisará de uma correção mais energética.

Isso não significa bater ou gritar! – suponha que seu filho esteja brincando em uma piscina de bolinhas e de uma hora para outra começará a atirar bolinhas nas outras crianças.

O que fazer? O mais indicado é tira-la de lá, sentá-lo e mostrar como as outras crianças conseguem se divertir enquanto ele foi retirado de lá por um comportamento nada legal!

Procure mostrar para a criança que ela poderá sim voltar a brincar e se divertir, desde que não tente ficar machucando as demais!

Algo que não é muito recomendado é a tática de tentar fazê-lo raciocinar sobre seu comportamento – perguntar se ele se sentiria incomodado se outra criança fizesse o mesmo com ele nunca surte um bom efeito.

Isso porque a criança poderá ter certa dificuldade em tentar se colocar no lugar do outro e tentar mudar sua postura por meio desse tipo de dialogo.

Mas, a história muda de figura quando ela se depara com consequências drásticas acerca das suas atitudes!

Os pais precisam sempre manter a calma – nada de violência!

Uma das reações mais comuns de alguns pais é imediatamente perder a calma, e aí começar a gritar, bater ou até mesmo chamar a criança de feia – esse acaba sendo um dos caminhos adotados por muitos!

Só que isso não surte bons resultados e nem fará seu filho parar de dar chutes, mordidas e arranhões! Na verdade, o que vai mesmo acontecer é que a criança poderá ficar ainda mais irritada!

Outro ponto é que ela somente poderá aprender algo e entender como conseguir controlar seu impulso de raiva se ela tiver bons exemplos, e nesse caso os pais precisam ser esse ponto de partida.

As crianças pequenas costumam ver seus pais como modelos, e quando você mantém uma postura tranquila e demonstra que ele está fazendo algo errado, poderá conseguir despertar mais a atenção dele no final das contas.

saiba como lidar com chutes, mordidas e arranhões

Na hora de impor limites é importante clareza!

Seu filho beliscou outra criança uma, duas e três vezes – e somente na terceira você cogitou dar um basta? Isso não deve ser feito!

É importante deixar muito claro para a criança ainda na primeira vez que ela fizer algo errado que é preciso parar! Nesse caso, tire-o da situação pode cerca de dois minutos, tempo suficiente para que ele se acalme!

Passado esse tempo, ele começará a relacionar o seu mau comportamento com consequências negativas e perceberá que ações como bater, morder e chutar, poderão fazer com que ele não possa se divertir!

Procure também estabelecer um tipo de repreensão padrão sempre que ele fizer um mesmo tipo ação errada!

Se por ventura ele morder outra criança e já tiver passado da primeira vez, então já deixe claro que ele ficará de castigo novamente!

O melhor caminho é ajudar a criança a aprender a se expressar de outras maneiras!

Conversar com seu filho, depois que ele tiver se acalmado, sobre o que aconteceu é essencial!

Uma sugestão é pedir para que ele tente explicar o que pode ter o deixado tão bravo. Fala que é natural ficar irritado com algo, mas que nem por isso ele pode ser agressivo com os outros por conta disso!

Procure encorajar seu filho e encontrar outras formas de reagir, como por exemplo, pedir ajuda para a mamãe ou para o papai ou até mesmo expressando o que ele pode estar sentindo no momento!

Saber como lidar com chutes, mordidas e arranhões é um processo diário, que poderá dar um pouco de trabalho, mas no final a recompensa é grande!

Acompanhe-nos no facebook

Leia Também…

Desenvolvimento infantil

Cuidados especiais na infância

Veja Também

estomatite em crianças

Estomatite o que é

Estomatite o que é? A estomatite  é uma doença bastante incômoda que causa imensa dor aos …

Deixe uma resposta