O que é Educação Infantil ? Com quantos anos devo colocar meu filho na escola?
Home / Educação Infantil / Educação infantil – Com quantos anos tenho que colocar meu filho na escola?

Educação infantil – Com quantos anos tenho que colocar meu filho na escola?

O que é Educação infantil?

A primeira fase da Educação Básica se caracteriza pela Educação Infantil. Oferecida para crianças de até 6 anos, é obrigatória a partir dos 4, onde a criança deve ingressar na pré-escola. Até completar 4 anos, a Educação Infantil é realizada nas creches. Após essa etapa, a criança ingressa no Ensino Fundamental.

As creches e pré-escolas podem ser particulares ou públicas, mas em ambos os casos os estabelecimentos educacionais voltados para essa faixa etária devem educar e cuidar das crianças no período diurno, podendo oferecer jornada parcial ou integral.

A Educação Infantil segue normas e diretrizes estabelecidas pelos órgãos competentes, obedecendo leis nacionais, estaduais e municipais, e tem uma função importante na formação das pessoas. É por isso que hoje a lei determina que todas as crianças até os 6 anos têm o direito humano e social de receber a Educação Infantil, sem distinções raciais, sociais, políticas, de gênero ou de nenhuma outra espécie.

O objetivo da Educação Infantil é incentivar o desenvolvimento integral das crianças, considerando aspectos sociais, físicos, psicológicos e intelectuais, complementando a atuação familiar e da comunidade.

Se antes essa etapa da educação era vista como um espaço para as mães deixarem seus filhos enquanto trabalham, hoje já se sabe que a educação na primeira infância tem um poder muito grande e é determinante no desenvolvimento das crianças.

O impacto da educação infantil nos primeiros anos de vida

educação infantil

A Educação Infantil é o primeiro contato da criança com o mundo externo, com a sociedade. É a primeira vez que a criança sai do núcleo familiar e tem a oportunidade de descobrir o mundo. É importante então que esse seja um espaço seguro, que faça a criança se sentir à vontade para fazer descobertas  que desperte a sua curiosidade.

Se antes a educação na primeira infância era voltada principalmente para proporcionar os cuidados básicos de alimentação e higiene enquanto os pais trabalhavam, agora os cuidados físicos estão fortemente atrelados ao educar, no sentido de ensinar e oferecer ferramentas para que os pequenos possam dar os primeiros passos no seu aprendizado. Cuidar e educar agora são indissociáveis.

A Educação Infantil atualmente também agrega a criação de laços afetivos, que garantem não apenas o desenvolvimento físico e intelectual das crianças, mas também o desenvolvimento emocional, contribuindo de forma ainda mais efetiva para que essas crianças cresçam e se tornem adultos saudáveis e felizes.

Isso acontece porque é durante essa primeira etapa da Educação Básica que as crianças começam a fazer amigos e têm contato com outros colegas, aprendendo a respeitar e a conviver com as diferenças, bem como a ouvir e a serem ouvidas, características fundamentais para a socialização e a formação dos indivíduos.

 

Importância dos primeiros anos de vida na educação Infantil

Os primeiros anos de vida são fundamentais para que um indivíduo construa a sua personalidade e o seu conhecimento. A metodologia de ensino adotada nessa fase pode determinar a relação futura da criança com o ensino e, consequentemente, ter forte influência no seu futuro pessoal e profissional.

É durante a Educação Infantil que as crianças podem receber estímulos sociais, motores, afetivos e cognitivos que auxiliarão significativamente o seu desenvolvimento. Ao desenvolver a autonomia nessa fase, os pequenos também aprendem a serem críticos, utilizam a criatividade e aprendem a questionar, relacionando-se com o mundo a sua volta e convivendo em sociedade.

Podemos dizer que a Educação Infantil é um alicerce fundamental para a aprendizagem e o desenvolvimento infantil. A neurociência, inclusive, já comprovou que é até os 4 anos de idade que os pequenos desenvolvem mais da metade do potencial mental que terão quando adultos. Essa informação por si só já mostra o quanto a educação nos primeiros anos de vida é impactante.

Há ainda pesquisas de diversas áreas que indicam que o investimento em educação nessa fase da vida tem papel determinante nos passos seguintes da vida escolar, influenciando sua vida futura em aspectos como renda, produtividade, violência, saúde, qualidade de vida e outros.

Educação Infantil no Brasil

Durante muitos séculos a cultura mundial enxergava as crianças como seres nulos, completamente dependentes dos pais e subjugados às suas vontades. Com o passar do tempo essa visão foi mudando e começamos a entender que os pequenos são indivíduos que vão se tornar adultos e a sua personalidade e o seu desempenho na vida adulta dependem diretamente da sua educação enquanto criança.

No Brasil, foi só na década de 70 que começaram a surgir a reivindicação pelas primeiras creches, vindas de mulheres que precisavam trabalhar e buscavam um espaço para deixar os filhos. Foi só em 1988, com a Constituição, que a Educação Infantil começou a ser reconhecida no país.

Criação do ECA …

Em 1990, é criado o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que determina o direito de crianças de até 6 anos frequentarem creches e pré-escolas – essa foi a primeira vez que uma Constituição brasileira se referiu aos direitos das crianças fora do núcleo familiar. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional veio só em 1996, ajudando a direcionar o ensino nessa fase.

Foi assim que a Educação Infantil passou a ser parte da Educação Básica e ganhou um caráter pedagógico, deixando para trás seu aspecto assistencialista e ampliando a necessidade de formação dos profissionais da área.

Atividades indicadas na Educação Infantil

As melhores atividades para a Educação Infantil são aquelas que exploram o lúdico, o brincar. Através da brincadeira a criança aprende conceitos de diversas matérias, desperta seu interesse e curiosidade, aumenta sua autonomia e sua confiança, fazendo com que ela interaja em busca de conhecimento.

Atividades no papel de escrita, pintura e desenhos são importantes e ajudam a desenvolver a coordenação motora. Entretanto, o professor pode ir além, desenvolvendo brincadeiras em grupo, fazendo contação de histórias, criando atividades sensoriais, estimulando o diálogo e a convivência com o outro.

O brincar é fundamental na educação para essa fase da vida, pois é a principal ferramenta para despertar o interesse dos pequenos e conquistar sua confiança. É preciso sempre levar em consideração a faixa etária dos alunos para desenvolver atividades adequadas, que possam trabalhar as necessidades e as especificidades da idade.

Leia Também…

Qual a melhor idade para a criança ir para escola?

Berçários em São Paulo

Check Also

Metodologias de ensino – Conheça antes de matricular seu filho

Conheça as metodologias de ensino que existem Você já decidiu que é hora do seu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *