Home / Gravidez / Gestação 1 semana

Gestação 1 semana

Sua Gravidez – Gestação 1 semana – Como tudo acontece?

A gestação 1 semana nem sempre é cercada de sintomas provenientes da própria gestação, sabia? Isso porque nesse período tudo continua como sempre na sua vida, são os dias em que você menstrua ou seja você ainda não está gravida, o 1° dia de menstruação conta como o 1° dia de gravidez!

Há também alguns sintomas físicos, mas que nem sempre são de fato associados à gravidez – na realidade a tal ansiedade que salientamos acima pode acabar desencadeando algumas situações de cunho físico, como dores de cabeça, náuseas, azia, barriga mais inchada, entre outros.

Durante as 2 primeiras semanas de gravidez, é importante salientar que nesse primeiro momento todos esses sintomas podem estar muito mais envolvidos com a pós-ovulação – isso porque quando uma mulher ovula ocorre uma maior atividade hormonal no seu organismo.

A elevação da progesterona pode acarretar uma série de sintomas, principalmente porque tal hormônio também se apresenta de forma bastante substancial durante a gestação.

Mas afinal, como entender quais os sintomas de uma gestação ainda no período da primeira semana? Você sabe? Para entender melhor acerca desse ponto, continue lendo o artigo a seguir!

Livros que recomendo

gestação 1 semana – entendendo realmente quais são os sintomas recorrentes nesse período!

Como já salientamos anteriormente, normalmente os primeiros sintomas da gravidez não são evidentes nas 2 primeiras semanas de gravidez – em grande parte dos casos a futura mamãe somente os sentirá apenas na sua terceira semana logo depois da fecundação.

Mas, tudo que se refere a esse ponto nem sempre é uma regra! Isso porque algumas mulheres relatam sentir os primeiros sintomas logo no sexto dia após a fecundação do óvulo – portanto, se você achava que era possível sentir algum sintoma nesse período, saiba que há sim exceções!

gestação 1 semana

Existem vários sintomas que podem surgir nesses primeiros sete dias, confira alguns deles abaixo:

  • Sangramento – pode ocorrer de a mulher ser acometida por um pequeno sangramento vaginal. Isso pode acontecer pois o embrião faz um percurso nas trompas até se fixar na parede do útero. Justamente essa fixação pode acarretar pequenos sangramentos – em muitos casos, algumas mulheres até mesmo confundem esse sintoma com a sua menstruação e nem mesmo cogitam a possibilidade de estarem grávidas!
  • Atraso da menstruação – provavelmente um dos sintomas mais recorrentes e que logo deixa muitas mulheres com suspeitas de estarem grávidas! O grande problema é quando uma mulher possui ciclos menstruais irregulares – em geral, elas não associam que o atraso pode ser decorrente de uma gestação. Outro ponto é que justamente por conta do sintoma acima, onde são identificados os pequenos sangramentos, nem sempre a mulher entende que sua menstruação possa estar realmente atrasada.
  • Sintomas de náuseas e vômitos – em geral tais sintomas se evidenciam lá para a sexta ou décima segunda semana de gestação, porém, há algumas mulheres que começam a vivenciar esse momento com um pouco mais de antecedência – já na segunda ou terceira semana.
  • Prisão de ventre – por conta da elevação da quantidade de progesterona durante a gravidez, alguns órgãos e tecidos do organismo tendem a ficar mais “relaxados” e isso ocorre por um fator muito importante: tudo para facilitar o crescimento do bebê! O grande porém, é que o aumento do hormônio pode fazer com que o intestino fique com maiores dificuldades de fazer contrações, o que acarreta a prisão de ventre.

 

Porque devemos contar a gestação por semanas e qual a maneira correta de realizar esse calculo? Você sabe?

Você deve fazer a contagem por semanas pois é assim que seu médico também deverá realizar os cálculos durante todo o acompanhamento da sua gravidez!

Para os médicos, uma gestação deve durar em média 40 semanas. O grande porém, é que nem sempre as mulheres entendem de onde surge tal contagem – qual o momento certo de começar a fazer a contagem afinal. Você sabe?

Em grande parte dos casos não se tem como identificar qual foi o momento exato que ocorreu a fecundação, e por isso a medicina estabelece que a contagem deva ser iniciada sempre considerando o primeiro dia da ultima menstruação da mulher.

Isso porque como a ovulação se dá em geral cerca de duas semanas mais ou menos do inicio do ciclo menstrual, considera-se que as 40 semanas devem ser na realidade 38 semanas desde o momento da fecundação.

Se por acaso você não souber quando foi a sua ultima menstruação, o procedimento mais adequado é realizar um ultrassom – isso porque tal exame ajudará a fazer a medição do embrião permitindo que o médico consiga ter uma ideia do tempo de gestação que a mulher está!

Mas, é importante ter em mente que esse exame poderá ser muito mais fiel se for feito o mais cedo possível!

Agora que você já sabe melhor sobre a gestação 1 semana, já pode realizar os cálculos de forma mais tranquila e eficiente!

Acompanhe-nos no facebook

Confira as demais semanas

Sem. 01Sem. 02Sem. 03Sem. 04Sem. 05
Sem. 06Sem. 07Sem. 08Sem. 09Sem. 10
Sem. 11Sem. 12Sem. 13Sem. 14Sem. 15
Sem. 16Sem. 17Sem. 18Sem. 19Sem. 20
Sem. 21Sem. 22Sem. 23Sem. 24Sem. 25
Sem. 26Sem. 27Sem. 28Sem. 29Sem. 30
Sem. 31Sem. 32Sem. 33Sem. 34Sem. 35
Sem. 36Sem. 37Sem. 38Sem. 39Sem. 40

Veja Também

38 semanas de gravidez

Gestação 38 Semanas

Sua Gravidez – Gestação 38 semanas A contagem regressiva nunca foi tão intensa na sua …

Deixe uma resposta