Qual a melhor idade para a criança ir para escola ? Bebês e Crianças
Home / Educação Infantil / Qual a melhor idade para criança ir para escola?

Qual a melhor idade para criança ir para escola?

Qual a melhor idade para criança ir para escola?

Decidir quando os filhos devem começar a frequentar a escola é um dilema que tira o sono de muitos pais. A vontade é de fazer o melhor para os pequenos, mas diversas dúvidas se formam na cabeça dos pais, como a necessidade de começar a estudar o quanto antes, se a criança vai ficar exausta, se ela vai ficar atrasada caso comece mais tarde, se a escolinha é de confiança, entre muitas outras.

Além de todos os questionamentos relacionados à adaptação e às necessidades das crianças, surge ainda a insegurança dos pais, que muitas vezes também têm dificuldades para se desapegarem dos filhos ou se sentem culpados deixando-os sob os cuidados de outras pessoas.

Tudo isso é normal e faz parte dessa etapa, mas os pais devem ter em mente que a idade ideal para as crianças começarem a ir à escola ou à creche vai variar caso a caso. É verdade, sim, que a Educação Infantil é de extrema importância para o desenvolvimento dos pequenos, mas eles também podem ser estimulados de outras formas, de acordo com a fase em que a criança está.

Diversos fatores influenciam – melhor idade para a criança ir para escola

melhor idade para a criança ir para escola

A melhor idade a criança ir para escola vai variar de acordo com a realidade de cada família. Isso porque, muitas mães voltam a trabalhar quando a licença-maternidade acaba e aí não resta outra opção a não ser confiar em outra pessoa para tomar conta do seu filho.

Essa é uma situação que pode gerar muita angústia nos pais, mas não há nada de errado em colocar seu filho na creche ou sob os cuidados de uma babá de confiança ou um parente. De fato, sua adaptação costuma ser melhor dos 6 aos 9 meses, depois os pequenos podem sofrer um pouco com a separação.

Para o bebê a grande diferença no seu desenvolvimento ao ir para a escola se dá principalmente a partir dos 2 anos. Não é que antes as crianças não aprendam, os estímulos logo nos primeiros meses de vida são importantes e na escola eles serão trabalhados de forma direcionada para a faixa etária de cada criança.

Entretanto, é só por volta dos 2 anos (alguns um pouco antes, outros um pouco depois) que os pequenos começam a desenvolver a socialização e aproveitarão de fato o desenvolvimento que a Educação Infantil promove nessa área. Até os 2 anos, se os pais optarem por manter a criança em casa, é importante estimular o filho através de brincadeiras e programas educativos voltados para a idade, além de já ir trabalhando a socialização com outras crianças em passeios no parquinho, aulas de natação, entre outros.

Para a lei brasileira, é obrigatório que crianças a partir dos 4 anos frequentem a escola regularmente, mas os benefícios da educação na primeira infância podem ser colhidos antes disso. Por isso, é recomendado que mesmo crianças que passem o início da primeira infância em casa comecem a frequentar a escola por volta dos dois anos. Nessa idade elas já podem colher de forma significativa os frutos da educação escolar e começam a desenvolver autonomia.

Benefícios em começar a frequentar a escola cedo

Começar a frequentar a escola cedo colabora para o desenvolvimento da criança em muitos aspectos. No desenvolvimento intelectual, é fundamental para que os pequenos comecem a ter familiaridade com números e letras, ter um contato inicial com outra língua e dar os primeiros passos na sua educação e aprendizado.

Mas é no campo da independência e da socialização que a escola no início da vida tem mais impacto. Como por volta dos 2 anos as crianças começam a ficar mais independentes, elas também começam a se interessar por outras crianças e passam a brincar juntas, iniciando a criação de laços, trabalhando o respeito e a tolerância, ampliando os seus horizontes ao ter contato com o diferente.

Na escola as crianças aprendem que há um mundo há ser descoberto fora do seu núcleo familiar. Desenvolver a independência e a capacidade emocional é importante para que as crianças não se tornem adolescentes – e depois adultos – dependentes e frustrados, que não conseguem se virar sozinhos ou lidar com as pequenas decepções que a vida traz. A fase de adaptação quando os filhos começam a frequentar a escola pode ser dolorosa, principalmente para os pais, mas logo ela é superada e a nova realidade será extremamente benéfica.

Desenvolvimento da criança e melhor idade para a criança ir para escola

Começar a frequentar a escola já nos primeiros anos de vida estimula a percepção da criança e o seu desenvolvimento motor, afetivo, emocional, intelectual e social. Entenda a seguir o que significa cada uma dessas dimensões para as crianças:

Motor:

Está relacionado à motricidade do indivíduo, isso se refere a atos como comer, engatinhar, chupar, caminhar, beber. A escola desenvolve esse aspecto tanto pelas atividades pedagógicas, através de brincadeiras e atividades lúdicas, quanto pelo convívio e o estímulo de outras crianças.

Emocional e afetivo:

Diz respeito aos sentimentos e às emoções, à forma como eles são expressados e às relações afetivas que a criança cria e cultiva. Na escola, nossos filhos aprendem a se relacionar com outras crianças, com as professoras e funcionários. No ambiente escolar as crianças aprendem a lidar com diferenças, respeitar o outro, fazer amizades e lidar com as mais diversas emoções, tudo sob o olhar cuidadoso da professora, que deve orientar as crianças em conflitos e incentivar o diálogo, o afeto e o respeito.

Intelectual:

É na escola em que desenvolvemos de forma mais ampla e profunda nossas habilidades cognitivas. O desenvolvimento intelectual trabalha áreas como raciocínio, linguagem, atenção, memória, pensamento e abstração. É através dele que obtemos conhecimentos, organizando-os de forma a entender e questionar o mundo.

Social:

É a habilidade de conviver com outras pessoas, ter relações sociais, participar de atividades, conversar, enfim, é a nossa capacidade de desenvolver relações sociais, de estudar, trabalhar e lidar com o outro. A sala de aula é ideal para desenvolver esse aspecto, pois coloca seu filho em contato com outras crianças. As habilidades sociais estão ligadas ao desenvolvimento emocional e afetivo.

Leia Também…

Berçários em São Paulo

O que é Educação Infantil?

Desenhos infantis 

Check Also

Metodologias de ensino – Conheça antes de matricular seu filho

Conheça as metodologias de ensino que existem Você já decidiu que é hora do seu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *