Home / Desenvolvimento Infantil / Não mande seu filho engolir o choro
nao mande seu filho engolir o choro

Não mande seu filho engolir o choro

Não mande seu filho engolir o choro

Mandar seu filho engolir o choro é uma das piores maneiras de lidar com os sentimentos da criança – saiba o motivo e saiba o que fazer ao invés disso.

Às vezes, mesmo quando você sabe que não deve dizer ao seu filho para parar de chorar, é difícil saber o que dizer em vez disso! Você pode sentir que precisa fazer algo, mas não sabe exatamente o quê.

Como uma criança, se muitas vezes você foi obrigado a silenciar seus sentimentos pelos outros, essas situações podem ser incrivelmente desconfortáveis.

Tendo se acostumado a deixar seus sentimentos de lado, a experiência de uma criança ao expressar plenamente sua tristeza, raiva, decepção ou qualquer outra emoção negativa pode ser bastante negativa ao longo da vida.

A boa notícia é que a prática leva à perfeição e, na verdade, pode ser bastante curativa para você poder apoiar seu filho através de suas próprias emoções, fazendo com que ele possa se expressar através do choro nas horas onde precisar.

Saiba o que dizer ao seu filho ao invés de mandar ele engolir o choro

Não mande seu filho engolir o choro

Saiba que você também pode simplesmente não dizer nada! Às vezes, não são necessárias palavras e o conforto físico ou a presença são suficientes – isso fará com que ele fique reconfortado de que a situação sempre poderá contar com a sua ajuda.

Saiba, então, o que NÃO fazer quando seu filho está chorando

Não distraia seu filho quando ele estiver vivenciando emoções que podem parecer negativas.

Quando você distrai seu filho de seus sentimentos, perde a chance de se conectar e não os ajuda a aprender as habilidades de regulação emocional de que precisarão no futuro.

Você também envia aos seus filhos, quando fala para eles engolirem o choro, a mensagem de que seus sentimentos não são importantes ou que são demais para que você possa lidar com eles.

  • As crianças precisam saber que você é capaz de lidar com suas emoções para que elas se sintam seguras e capazes também, e isso será fundamental para que possam se desenvolver como crianças muito seguras de seus sentimentos no futuro.

Mandar seu filho engolir o choro também uma maneira muito desrespeitosa de responder. Imagine se você compartilha os seus sentimentos com um familiar ou amigo e ele te manda engolir o choro, ou ‘virar homem’ ou diz algo totalmente irrelevante.

  • Você provavelmente se sentiria paralisado, desrespeitado, envergonhado e provavelmente não confiaria neles no futuro.

Não puna

A punição e as recompensas não fazem parte da criação respeitosa. Nunca castigue, ameace, envergonhe, censure ou julgue uma criança por seus sentimentos, isso pode ser completamente prejudicial para o futuro dela!

Sem desculpas

Quando você estiver sentindo uma empatia com os sentimentos de seu filho, evite dar conselhos seguidos da palavra ‘mas’.

  • Por exemplo: “Você está triste porque você realmente queria outro pedaço de bolo, mas você não pode ter um”. ‘Mas’ é uma palavra que invalida tudo o que vem antes.

Ela tenta explicar ou consertar os sentimentos. Não há necessidade de fazer isso. Empatia é o suficiente para lidar com os sentimentos sem mandar seu filho engolir o choro.

Faça muitas perguntas

Quando seu filho está cheio de enormes sentimentos avassaladores, ele não tem a capacidade de fornecer respostas a muitas perguntas. Tente ter sempre a empatia primeiro, e faça perguntas depois.

Diga “está tudo bem”

As pessoas são bem-intencionadas quando dizem “está tudo bem”, “você está bem”, “shh”, mas o problema é que seu filho não está bem agora.

Eles não se sentem bem, por isso, mesmo que você esteja tentando ser muito mais calmo e conseguir lidar com os sentimentos dele, isso pode minimizar os sentimentos deles. Um simples “ok, chore” é uma opção melhor.

Tenha um limite de tempo

Não use a empatia como uma técnica para acabar com o choro. Esse não é o objetivo! O objetivo é ajudar seu filho a se sentir ouvido, compreendido, validado e apoiado, podendo confiar em você sempre que precisar.

Isso pode demorar um pouco, especialmente se seus sentimentos tiverem sido descartados no passado. Pode haver muitos sentimentos a serem liberados pelo choro de seu filho.

Não tente ser empático com seu filho que chora por 5 minutos e depois declare que “não funciona” porque seu filho ainda está chorando.

A empatia não é uma técnica de controle, mas uma maneira de encontrar seu filho onde ele está emocionalmente e de conseguir apoiá-lo para que ele também consiga se encontrar em meio aos sentimentos.

Agora, você já sabe o que dizer ao seu filho ao invés de mandar ele engolir o choro

Da próxima vez que seu filho estiver lutando com um sentimento avassalador, tenha algumas das frases acima memorizadas e encontre-as com empatia e compreensão. Faça isso simplesmente porque eles merecem isso.

Sentimentos não são algo a ser evitado, mas oportunidades de conexão para que o seu filho saiba que ele não precisa engolir o choro, e sim saber lidar de forma benéfica com tudo aquilo que está sentindo ao longo de toda a sua vida.

Acompanhe-nos no Instagram / Facebook

Leia Também…

Desenvolvimento Infantil e o papel dos pais

Uso de eletrônicos atrasa o desenvolvimento, será?

 

Leia também

jogos bebê

Bebê jogos

Confira alguns jogos de bebê que irão permitir que o seu pequeno comece a se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *