Home / cuidados especiais / Piso de Proteção para Playground

Piso de Proteção para Playground

Segurança em Playgrounds de Condominios e Escolas

Todo condomínio com crianças precisa de um playground. Afinal, esse é um espaço para os pequenos se divertirem, se relacionarem e desenvolverem habilidades motoras, cognitivas e afetivas. A importância desse espaço comum é grande, mas os riscos de um parquinho inadequado também podem ser enormes e acabar com a diversão e a tranquilidade de todos.

A área do playground precisa ser bem cuidada por todos os moradores e funcionários do condomínio, mas existem também normas técnicas que indicam cuidados específicos para ter uma área de recreação segura e reduzir os riscos de acidentes e de possíveis lesões e fraturas.

Seguindo a norma para Playgrounds

Em 2012, a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) lançou uma nova norma para tratar da segurança em playgrounds, a NBR 16.071, que substituiu as orientações estabelecidas em 1999, então já ultrapassadas.

A NBR 16.071 reflete a evolução da segurança em playground observada em países desenvolvidos, que envolveu normas aperfeiçoadas e leis para garantir a segurança dos pequenos nesses ambientes, além do surgimento de materiais e produtos específicos para atender as necessidades dos parquinhos, como o piso de borracha.

A NBR 16.071  traz diversas recomendações, desde requisitos para garantir a segurança durante a fabricação dos brinquedos, passando por testes de laboratório e normas de implantação e instalação, até a manutenção e orientações de uso. Dessa forma, um condomínio ou escola que segue as normas estabelecidas garante momentos seguros de lazer e diversão às suas crianças.

Protegendo as Crianças

Para proteger as crianças contra quedas, é estabelecida a necessidade de superfícies amortecedoras para áreas de recreação com  o piso de borracha entre 20 a 60 milímetros de altura crítica. Mesmo em brinquedos com altura inferior é indicado o uso de um piso de proteção para playground.

Há também a determinação de uma área livre, um espaço mínimo que deve haver ao redor do parquinho em que o piso de borracha ou outro material deve ser instalado. Em casos de plataformas com altura inferior a 60 centímetros, a distância deve ser de 1,5 metros; enquanto para altura superior é necessária uma distância de 2,5 metros. Já para escorregadores, deve haver 1 metro nas laterais e 2 metros na área de saída. A área livre para balanços é de 1,75 metros além da distância máxima que o assento atinge a partir do seu eixo central.

Síndico, mães ou outros funcionários devem fazer inspeções diárias para identificar pequenas avarias, e uma inspeção técnica anual deve ter feita para garantir que tudo está em ordem. Deve ser mantido ainda um livro de inspeções.

Piso de proteção para playground é essencial

piso de proteção para playground

O piso de proteção para playground é fundamental para garantir a segurança das crianças e amortecer o impacto. Isso porque, como elas correm e existem elevações, há sempre algum risco de queda, mesmo com a supervisão de um adulto. Dessa forma, um piso de proteção para playground é um fator-chave para evitar fraturas e risco de vida em caso de quedas.

Existem diversos materiais utilizados nas áreas de recreação, como piso de borracha, areia, grama natural e grama sintética. Entretanto, existe um consenso que o piso de borracha é mais eficaz e o único certificado com as Normas da NBR 16.071   , já que os outros materiais podem ter a sua eficácia comprometida, pois estão sujeitos a uma mudança rápida em suas condições.

Um dos requisitos para a escolha do piso de proteção para playground é ter um amortecimento que evite fratura craniana em quedas de até 3 metros de altura. Isso só pode ser testado em laboratório ou com equipamento específico no local. Assim, adquirir um piso de borracha como o da nossa parceira Gramas Online,  que possui um rigor altamente qualificado atendendo as normas da ABNT, é muito mais prático e garante a segurança da criançada.

O risco de atrito com as outras opções é muito maior do que com o piso de borracha, que é macio, tem espessura e densidade sob medida, tem melhor aderência aos brinquedos e também não esquenta exageradamente sob o sol – isso é importante porque geralmente as crianças preferem brincar descalças. Há ainda outros fatores que devem ser considerados ao escolher o piso de borracha, como material atóxico, permeável, durável e antiderrapante.

Como deve ser um Playground seguro?

Os brinquedos são tão importantes quanto o piso de proteção para playground, por isso, é preciso observar o material de que são feitos para garantir a segurança e a integridade física dos pequenos. Antigamente, parquinhos de metal ou de madeira faziam muito sucesso, mas hoje sabemos que a melhor opção são os brinquedos feitos em plástico.

Além de uma boa durabilidade, playgrounds de plástico polipropileno são mais seguros contra acidentes, pois as opções de ferro e madeira podem ter parafusos e farpas que arranham e machucam, e os parafusos ainda podem se soltar com o passar do tempo, aumentando o risco de incidentes se a manutenção não for correta.

O playground de plástico também é bastante duradouro, não requer manutenção elaborada, não utiliza tintas e produtos que podem ser prejudiciais à saúde, não enferruja e sua pigmentação já é protegida contra raios UV, garantindo brinquedos que parecem sempre novos.

Regras e cuidados para utilizar o playground

Algumas recomendações, cuidados e regras ajudam a cuidar da área de lazer e utilizar o playground com segurança:

  1. Coloque as normas de utilização em um local visível;
  2. Estabeleça horário de uso e defina um horário para manutenção e inspeção;
  3. Proíba alimentos na caixa de areia, eles podem atrair animais ou contaminar;
  4. Cuidado com brinquedos muito altos, segundo a ONG Criança Segura, o risco de lesão aumenta 4 vezes quando uma criança cai de brinquedos com mais de 1,5 metros. Por isso, providencie um piso de borracha adequado;
  5. Coloque avisos lembrando que as crianças devem ser supervisionadas por um adulto durante a brincadeira;
  6. Escolha apenas brinquedos com cantos arredondados;
  7. Separe o playground com áreas direcionadas para cada faixa etária e fixe em cada brinquedo a idade mínima e máxima para sua utilização;
  8. Se possível, deve haver uma área coberta e com cadeiras próxima ao playground para os pais observarem os filhos enquanto conversam, leem ou fazem anotações;
  9. Limpe e inspecione diariamente;
  10. Interdite imediatamente brinquedos com problemas até que sejam consertados.

 

Por: Paloma Hernandez Tomanini

Leia também

timidez na infância

Timidez na infância

Timidez na infância Saiba mais sobre a timidez na infância, aprendendo a lidar com essa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *