Home / Tudo sobre gravidez / Queda de cabelo pós-parto é normal?

Queda de cabelo pós-parto é normal?

Queda de cabelo pós-parto é normal?

Para muitas mulheres, por conta da alteração hormonal proveniente da gestação, é comum ocorrer uma maior queda de cabelo pós-parto – diferente do que muitos acham, essa queda capilar pode acontecer alguns meses depois do nascimento do bebê e de forma muito mais intensa do que enquanto se está ainda gestante.

Esse tipo de situação durante os meses de gravidez não é algo muito recorrente e não existem dados científicos que possam explicar tal fenômeno na vida da mulher.

Uma das possíveis causas pode estar associada ao fato de que o cabeço tende a ficar mais seco por conta do aumento dos níveis de progesterona, que nada mais é do que o hormônio feminino que é produzido por parte dos ovários – esse hormônio junto o estrogênio permite regular o ciclo reprodutivo.

Se você atualmente está vivenciando essa condição e anda percebendo que seu cabelo está apresentando uma maior queda, pode ser que ele esteja mais ressecado ou até mesmo quebradiço – e em geral, muitas mulheres percebem também que os fios podem até mesmo se partir bem pertinho da raiz!

E é um fato – perder cabelo pode ser uma sensação bastante ruim e pode até mesmo estar atrelado a outros tipos de problema de saúde – justamente por esse motivo é vital falar sobre esse aspecto nas suas consultas de pré-natal e para tanto é importante considerar alguns poucos para levantar junto ao especialista.

Queda de cabelo pós-parto – quais as medidas que você pode fazer de forma preventiva?

queda de cabelo pós-parto

Algumas ações podem ser adotadas para que a questão seja amenizada, como por exemplo, evitar de acabar exagerando na escovação dos fios.

Outro ponto é sempre procurar dedicar um bom capricho nos cuidados essenciais nos cabelos e evitar de deixa-lo preso por longos períodos.

Na hora de escolher o shampoo, prefira sempre os mais suaves, que contenham menos elementos químicos, que podem acabar potencializando ainda mais a queda dos fios.

Conversar com um cabelereiro de sua confiança também é uma medida interessante – você pode pedir orientações para o profissional, porém, não esqueça de alerta-lo que você está gestante, pois alguns produtos ou procedimentos não são adequados para serem usados nessa fase.

Atenção…

Outro cuidado que você deve levar em consideração é evitar sempre que possível recorrer a determinados procedimentos que possuam substancias químicas, e isso também envolve produtos que você eventualmente já esteja habituada a suar na sua rotina.

Isso não somente pode apresentar riscos para você e para o bebê (isso porque algumas substâncias podem chegar até a corrente sanguínea e acarretar efeitos nocivos), como também pode acabar causando um efeito diferente do que é proposto ao tratamento, visto que agora os hormônios da gravidez estão mais elevados.

Pare e pense o seguinte: se o seu bebê estiver com mais ou menos 6 meses, provavelmente seu cabelo ira começar a revelar uma substancial melhora.

Logicamente ele ainda poderá apresentar uma certa diferença se comparado ao que ele era antes da maternidade, porém, não existe qualquer empecilho para que ele volte a revelar um aspecto saudável, ficando novamente forte, brilhante, viçoso e bonito!

Vale ainda salientar que o fato de você estar lidando com essa condição no momento não deve apenas se referir que será algo permanente e nem que se por ventura você engravidar novamente no futuro terá o mesmo problema de queda de cabelos!

Tenha em mente que o nosso corpo pode apresentar diferentes tipos de reações e a forma como isso poderá acontecer varia muito de uma gestação para outra – ou seja, não existe uma regra dizendo que o fato de ficar gestante ou após o nascimento da criança, você apresentará sempre os mesmos sintomas.

Prefira sempre procedimentos naturais!

Manter o corte sempre em dia e se dedicar um tempo para cuidar nos fios na comodidade de casa pode ser uma excelente aposta.

Certamente o tempo agora ficará mais reduzido para que você lide com tais cuidados, afinal agora a criança precisa mais dos seus cuidados e as noites de sono e rotina diária pode ficar mais intensa.

Porém, hábitos simples como usar cremes de hidratação e receitinhas caseiras no dia que for lavar os cabelos podem ser ótimas formas de contribuir para a saúde dos fios.

Você pode apostar em ampolas de tratamento rápido, como por exemplo, àquelas que precisam apenas de 3 minutinho e que podem ser usadas durante o banho!

A queda de cabelo pós-parto não é algo que apenas acontece com você! Fique tranquila! – mesmo assim se tiver dúvidas ou se sentir insegura, converse com seu médico e peça orientações e dicas, bem como invista em uma alimentação sempre bem nutritiva!

Leia Também…

A barriga depois do bebê

O que é puerpério?

Depressão Pós Parto é mais comum do que se pode imaginar…

Veja Também

endometriose e gravidez

Endometriose e gravidez

Endometriose e gravidez Confira a relação entre a endometriose e a gravidez e saiba quais …

Deixe uma resposta