Home / Tudo sobre gravidez / O que é e o que você precisa saber sobre Tampão Mucoso
tampão mucoso final da gravidez

O que é e o que você precisa saber sobre Tampão Mucoso

Tampão Mucoso – O que é e o que você precisa saber! O que acontece quando ele sai e outros aspectos!

Durante a gestação o tampão mucoso se fixa e também se desenvolve junto ao colo do útero, com o objetivo de estabelecer um tipo de bloqueio concentrado no carnal cervical.

Você sabe o que é tampão mucoso e no que consiste esse termo? Pois, se a sua resposta foi não, saiba que muitas mulheres possuem dúvidas acerca desse assunto!

Vale salientar que existem algumas fases da gestação que eventualmente acabam passando batidas, ou seja, não são comentadas da forma como seria ideal.

O tampão mucoso é um assunto por vezes pouco difundido, assim como no caso de outros temas pertinentes a essa fase da vida da mulher.

Por esse motivo, é comum que muitas mulheres acabem se perguntando de forma bastante frequente sobre o que vem a ser esse assunto, bem como é a sua aparência, se a sua perda é associado ao trabalho de parto, e outros.

Será que realmente é importante que a mulher se mantenha atenta sobre esse aspecto?

Diante de tantas dúvidas e incertezas esse artigo tem como principal objetivo esclarecer o máximo de questões que permeiam o tema do tampão mucoso e os processos que são envolvidos pela sua existência! Confira!

O que é tampão mucoso?

O tampão mucoso nada mais é do que o próprio nome já sugere, ou seja, é um tipo de tampão que é feito basicamente de muco!

Durante a gestação, o tampão mucoso acaba se desenvolvendo e também estabelecendo um processo de fixação junto ao colo do útero, também chamado de “cérvix”.

Seu principal objetivo é nada mais, nada menos do que fazer uma espécie de bloqueio cervical, protegendo o útero de qualquer possibilidade de introdução de bactérias e patógenos indesejados.

Tais elementos podem ser adquiridos por meio de uma relação sexual ou até mesmo em decorrência de exames vaginais!

Esse tal muco cervical é essencialmente rico em diversos componentes com característica antimicrobianos – mas, essa não é a sua única característica.

O tampão mucoso também possui uma boa concentração de propriedades que ajuda a promover um drástico combate às bactérias.

Isso porque ele possui as chamadas lisozinhas, que contribuem para a destruição das paredes celulares das bactérias.

Para ficar mais claro, é importante esclarecer que alguns aspectos permitem a sua formação, isso inclui secreções do colo uterino e também a elevação de estrogênios e progesteronas.

Eles começam a formar o tampão mucoso ainda no comecinho da gravidez, momento onde o óvulo está se instalando junto ao útero.

Por mais que ele dure até o final da gestação, nosso corpo está sempre recorrendo ao uso de um novo muco para sua criação, de forma que ele consegue se manter sempre conservado!

Mas afinal, como é o aspecto do tampão mucoso?

Em geral, o tampão mucoso possui uma aparência bastante variada, podendo ser mais brancos, claros, verdes, com tonalidade levemente rosada ou até mesmo marrom!

Sua variação pode ser associada até mesmo com o muco que expelimos pelas narinas ou pela garganta!

Ele ainda possui um aspecto mais gelatinoso e também é mais grossinho durante sua permanência no colo uterino.

Porém, isso tende a mudar, sendo que ele pode obter um aspecto mais fino e até mesmo liquido quando é devidamente expelido pelo organismo.

Ele ainda pode apresentar uma pequena quantidade de sangue, bem como ser expelido com uma aparência bastante semelhante ao que o nariz da criança solta no seu lencinho.

Mas, em grande parte dos casos, o tampão mucoso é basicamente mais esbranquiçado e apresenta alguns traços rosados.

Ele também possui uma dimensão mais ou menos padrão, tendo em média de 4 a 5 centímetros ou até mesmo chegar a ter 28 gramas de volume total.

Mas, isso não é uma regra! Tal quantidade pode até mesmo parecer um pouco menor, principalmente em casos onde o organismo faça a expulsão de todo o muco de uma vez, o que é bastante recorrente na maioria das vezes!

O trabalho de parto começa quando se perde o tampão mucoso?

Por mais que o corpo da gestante acabe revelando pequenos sinais para evidenciar que está se preparando para o trabalho de parto, é importante não ter absoluta certeza de nada nesse momento!

Sabe os típicos “alarmes falsos” que fazem você correr para a maternidade com mala e tudo e no final das contas tudo resulta em uma volta para casa? Aqui isso se aplica perfeitamente!

Isso quer dizer que o fato de se perder o tampão mucoso é um sinal antecipado de que o trabalho de parto pode estar realmente próximo, mas não é uma certeza!

O parto pode acontecer até mesmo dias ou semanas depois da sua perda – na verdade, isso pode variar muito de gestante para gestante e não há como ter total certeza sobre nada!

Portanto, pode-se até associar que o grande momento pode sim estar mais perto diante da perda do tampão mucoso, mas não há como confirmar 100% que de imediato você finalmente conhecerá o rostinho do pequeno hoje ou amanhã!

Se por ventura você está esperando o primeiro bebê, pode ser que de fato seja necessário aguardar alguns dias ou até mesmo semanas para que o trabalho de parto de fato comece.

Mas, se você não é mamãe de primeira viagem, então pode ser que o rompimento do tampão seja de fato um forte sinal de que o trabalho de parto está mais perto do que se imagina.

Porém, como dito acima – não existe um cronograma exato, portanto, nada de criar falsas expectativas!

Tampão mucoso verde

tampão mucoso verde tampão mucoso verde tampão mucoso verde

Se você percebeu que a coloração do seu tampão mucoso é esverdeada não precisa ficar preocupada ou achar que há algo de errado.

Na verdade, ele pode ter uma variação bastante natural acerca da sua coloração, podendo apresentar um tom mais esverdeado.

Portanto, o tampão mucoso esverdeado não deve e nem precisa ser visto como algo perigoso.

Porém, se mesmo assim você se sentir insegura, ou quiser mais detalhes acerca do tampão mucoso esverdeado, converse com seu médico, pois ele poderá fazer uma avaliação mais profunda!

Tampão mucoso branco

tampão mucoso o que étampão mucoso o que étampão mucoso branco

O mesmo vale para o tópico acima! O tampão mucoso branco é uma variação natural, sendo que ele ainda pode apresentar outras cores na hora que é expelido.

Ele pode ser apresentar mais esverdeado, claro, branco, levemente rosado ou até mesmo com marrom!

Portanto, não há motivos para ficar preocupada! Isso é algo extremamente comum!

Se sentir dúvidas ou achar pertinente obter maiores respostas sobre o assunto, o melhor caminho é conversar o quanto antes com seu médico.

Ele poderá dedicar maiores orientações e ainda avaliar se tudo está dentro da normalidade necessária com você e o bebê! É até interessante considerar essa consulta, pois esse pode ser um sinal de que seu trabalho de parto está cada vez mais perto!

O tampão mucoso se refaz?

Por mais que esse seja um sinal mais antecipado acerca do trabalho de parto, é absolutamente possível acontecer a regeneração do tampão mucoso – porém, até um certo ponto!

Se por ventura seu rompimento acontecer faltando ainda um prazo para se completar 37 semanas.

Mas, se as contrações ainda não tiverem se manifestado e também não houver a incidência de muito sangue vermelho, não há grandes motivos para preocupação!

É importante deixar claro que, em casos onde o médico ou parteira realize a prática de exames vaginais no terceiro trimestre, esse procedimento pode também estimular que ocorra a perda do tampão mucoso precocemente!

Mas, se ocorre de o tampão mucoso ser perdido antes do prazo de 37 semanas, é importante estabelecer uma maior atenção e comunicar o quanto antes seu médico ou parteira sobre a situação!

Eles deverão começar a dedicar uma maior atenção na sua situação e acompanhar como serão as próximas ocorrências da sua condição.

Isso porque a perda do tampão de forma precoce também pode ser um indicio de que existam chances de acontecer um parto prematuro, e por isso é de suma importância acompanhar o caso mais de perto!

Se por ventura acontecer essa perda precoce, ele poderá se regenerar, visto que seus hormônios ainda estão mantendo um modo de proteção, e por isso seu organismo continuará a regenerar o tampão como nos outros períodos.

Mas, mesmo se ele não se regenerar, existe também uma segunda proteção, que nada mais é do que o saco amniótico que tem como responsabilidade central envolver o bebê.

O saco amniótico também permite manter o bebê protegido contra possíveis infecções e patógenos.

Na verdade, ele também é um meio de defesa entre o ambiente exterior e o bebê – logicamente, sua proteção ainda não é tão absoluta como no caso do tampão mucoso.

Se você perceber que tampão mucoso foi expulso, a dica é evitar relações sexuais frequentes e também adotar outros cuidados.

4 roupas por 89 300x250

Isso inclui até mesmo evitar aulas de natação, mar, piscina ou até mesmo lagos, bem como qualquer outro ambiente que possa representar maiores riscos de infecção!

Tampão mucoso com sangue ou Tampão mucoso marrom!

tampão mucoso com sangue tampão mucoso com sangue tampão mucoso com sangue

Tampão mucoso marrom Tampão mucoso marrom como é

E muito importante que se faça uma diferenciação acerca da eliminação do tampão mucoso que possui sangue, que é algo absolutamente comum e até mesmo inofensivo, de uma hemorragia.

A hemorragia é sim algo preocupante, que pode até mesmo querer dizer que existe de fato algo de errado com a gestação e que é necessário tomar medidas rápidas para manter o bem estar do bebê e da mãe!

Se por ventura a secreção for realmente intensa, ou se a gestação não tiver atingido as 37 semanas, o caminho mais assertivo é procurar o quanto antes seu médico para certificar o que pode estar acontecendo.

O médico poderá oferecer maiores orientações e também procurar meios de se garantir que tudo transcorra dentro da normalidade desejada!

Mas, se o tampão mucoso expulso tiver resquícios de sangue, não há o menor motivo para se preocupar ou acreditar que há algo de errado! Pelo contrário, isso é totalmente normal!

Na verdade, ele pode ser expelido com ou sem sangue, bem como apresentar outras tonalidades, como branco, rosado, esverdeado, amarronzado – e não há nada de errado com isso, ok?

Portanto, se você percebeu que os sintomas são provenientes do tampão mucoso expelido dessa forma pode ficar totalmente tranquila. Agora, se estivermos falando de uma hemorragia, não hesite em procurar imediatamente seu médico!

As perguntas mais comuns – tire suas dúvidas e se aprofunde ainda mais no assunto!

Para lhe ajudar a exterminar o máximo de dúvidas acerca do que é e o que representa o tampão mucoso, a seguir, você poderá acompanhar as dúvidas mais comuns sobre o assunto:

  • O que é tampão mucoso?

Como o nome em si já diz, o tampão mucoso é um tampão feito de muco, que durante a gestação ajuda a manter uma maior proteção do seu útero contra bactérias e patógenos indesejados – todos muito comuns de relação sexual ou exame vaginal.

  • Qual o aspecto do tampão mucoso?

Eles podem ser mais claros, bem como apresentar uma tonalidade esbranquiçada, esverdeada, rosada ou até mesmo amarronzada. Ele ainda é mais gelatinoso e até mesmo grosso quando mantido no colo uterino, mas pode ficar mais fino e liquido quando é expelido.

Ele ainda pode apresentar uma pequena quantidade de sangue e ter um tamanho de 4 a 5 centímetros em média, ou 28 gramas!

  • Como e por que perdemos o tampão mucoso?

Isso ocorre devido ao processo de abertura do colo uterino, que se inicia assim que o bebê começa a se posicionar mais perto da pélvis.

Como isso pode acabar deixando o colo do útero mais “maduro” e macio para compor o trabalho de parto, ocorre que o tampão mucoso não fica mais firme no lugar e por isso ocorre seu rompimento.

Toda essa mudança pode, inclusive, promover o rompimento dos capilares, de forma que o tampão tenha um tom mais rosado!

Ele ainda pode ser expelido de uma vez só ou de forma parcial!

  • Quando as mulheres geralmente perdem o tampão mucoso?

Ele pode ser eliminado, em grande parte dos casos, entre a semana 37 e a semana 42 da gestação – e pode estar associado à aproximação da hora do parto!

Algumas mulheres podem perder o tampão mucoso precocemente, e quando isso acontece o próprio corpo poderá fazer a criação de um novo muco para manter o bebê sempre protegido!

  • O que significa se o seu tampão mucoso sair?

Quando isso acontece significa que seu corpo está promovendo a preparação para o momento do parto.

Quando o colo do útero se dilata e se prepara para o momento mais esperado de todos, o parto, ele tende a ficar mais fino e estica.

  • Perder o tampão mucoso é sinal de trabalho de parto?

Por mais que esse seja um dos sinais entre vários para o momento do parto, não quer dizer que tudo acontecerá de imediato. Na verdade, o nascimento do bebê poderá ocorrer horas depois ou até mesmo em algumas semanas.

O simples falto de expelir o tampão mucoso é considerado um sinal antecipado de que realmente o trabalho de parto pode estar próximo, mas isso não deve ser considerado uma regra em absoluto.

Cada gestação é única, e por isso é importante ficar atenta aos sinais e conversar prontamente com seu médico ou parteira!

  • Em quanto tempo o trabalho de parto começa, após a perda do tampão mucoso?

Se você será mamãe de primeira viagem, pode ser que a chegada do trabalho de parto demore alguns dias ou até algumas semanas. Mas, quem já teve outro filho pode ter esse período mais encurtado.

Vale salientar que não existe um cronograma exato para isso, e como dito anteriormente, cada gestação é única!

  • O que fazer se/ quando você perder o tampão mucoso?

Na verdade, a forma de lidar com tal situação pode acabar dependendo de uma soma de outros fatores.

Se a gestante estiver no período de 37 a 42 semanas e de fato perceber que acabou perdendo o tampão mucoso, isso pode significar que falta pouco para o bebê querer nascer.

Esse processo ainda pode ser acompanhado por outros sintomas, como o surgimento das contrações, que poderão ter sua intensidade aumentada e também sua duração, bem como o rompimento da bolsa.

  • Há algum problema se eu perder o tampão mucoso cedo?

Por mais que esse seja um sinal antecipado de que o trabalho de parto poderá estar próximo de acontecer, ele tem a capacidade de se regenerar até um certo ponto. Isso pode acontecer caso ele se rompa antes das 37 semanas.

Se por ventura não houverem contrações, bem como não ver sinais de sangue vermelho, não há motivos para ficar tensa ou preocupada.

  • Há um risco de infecção ao perder o tampão mucoso?

Se por acaso você perder o tampão mucoso de forma precoce na sua gestação, é muito possível que ele acabe se regenerando – isso porque seus hormônios ainda estarão em modo de proteção!

Por mais que o processo de regeneração não aconteça, há ainda uma segunda forma de proteção para o bebê, que nada mais é do que o saco amniótico que o envolve.

Ele também ajuda a manter o bebê protegido contra a incidência de infecções e patógenos.

Na verdade, ele é um ultimo meio de defesa que protegerá seu bebê do mundo exterior, mesmo não sendo tão eficiente quando o tampão mucoso.

  • Devo ligar para o médico depois de perder o tampão mucoso?

Se por acaso o tampão mucoso estiver acompanhado de uma quantidade maior de sangue, com um cor de vermelho mais intenso, esse pode ser considerado um ponto de alerta.

Nesse caso, não hesite me ligar para seu médico e informar o que está acontecendo. Isso pode ser um complicador, envolvendo até mesmo uma situação de placenta prévia e por isso é fundamental falar com seu médico o mais rápido possível.

O deslocamento da placenta de forma prematura é considerado uma condição rara que também pode acarretar sangramento (que possui um vermelho bastante intenso).

  • O tampão mucoso é a mesma coisa que o ‘’bloody show’’ (secreção de sangue que sai pela vagina no fim da gravidez)?

Aqui existe uma grande confusão por parte de muitas pessoas, onde se acaba associando a secreção de sangue que é expelida no finalzinho da gravidez com o tampão mucoso.

Na verdade o tampão mucoso possui uma aparência mais rosada ou ter pequenos traços de sangue, o que não o compara em nada com a secreção de sangue.

Já a secreção de sangue acontece quando existe uma quantidade de sangue passando pela vagina, que acaba se misturando com uma pequena quantidade de muco.

Para não errar, basta considerar que o “bloody show” é um muco com característica mais fibrosa, enquanto o tampão mucoso é mais gelatinoso e também espesso!

Agora que você já sabe mais sobre tudo que permeia o assunto acerca do tampão mucoso, que tal compartilhar esse conteúdo agora mesmo com outras pessoas e contribuir para que elas também tenham acesso a maiores informações sobre o tema?

Acompanhe-nos no instagram / pinterest

Leia Também…

Calculadora Gestacional

O que levar para maternidade

Como registrar uma criança e o que precisa?

A barriga depois do bebê

O que é puerpério?

Check Also

vacinas que grávidas tem que tomar

Todas as vacinas que grávidas tem que tomar  

Todas as vacinas que grávidas tem que tomar   Saiba todas as vacinas que as grávidas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *