Home / cuidados especiais / Teste do Pezinho

Teste do Pezinho

Teste do Pezinho

Entenda como funciona!

 

Exame que é nacionalmente conhecido, o teste do pezinho é muito importante para a saúde da criança, pois indica a existência de doenças que são consideradas como mais sérias e que podem precisar de acompanhamento desde os primeiros meses de vida para serem tratadas ou controladas.

Apesar de ser algo padronizado, entretanto, muitas pessoas não entendem ao certo como funciona o teste do pezinho e para que ele serve. É justamente a fim de instruir tais pessoas que neste artigo será explicado – em detalhes – o procedimento que visa a realização deste exame.

Acompanhe e entenda a importância, como o teste do pezinho é feito e quais são as doenças que ele pode identificar já nos primeiros dias de vida do bebê.

Teste do pezinho: A picadinha do amor!

Não tem choro quando o assunto é dar a picadinha do amor que permite que seja extraído o sangue do bebê para a realização do exame que ganhou o nome amoroso de teste do pezinho.

Realizado, em alguns casos, ainda dentro do hospital antes da alta, o procedimento é rápido, é simples, completamente seguro e realmente não judia nenhum pouco do bebê.

É feito um pequeno furinho no calcanhar da criança de onde o sangue é extraído e passado diretamente para uma folha que absorve esse sangue.

Essa folha é posteriormente enviada para as análises laboratoriais que indicarão a existência, ou não, de algumas doenças que serão posteriormente faladas aqui.

A realização do teste do pezinho deve ser entre 2 a 5 dias após o nascimento.

Quando a mãe e a criança ganham alta antes desses 2 dias de vida ou se o parto acontece fora de um hospital, é imprescindível levar o bebê até uma unidade pública ou privada que possa fazer o exame em até 5 dias.

Para as mamães que ainda estavam no hospital após dois dias do parto, é importante lembrar-se de questionar se o teste do pezinho foi realmente feito.

Os bebês que nascem prematuramente deverão realizar um novo teste após 30 dias de seu nascimento. É que é necessário que o organismo da criança esteja um pouco mais acostumado com o ambiente externo para essa realização.

Os resultados do exame têm o prazo de até 30 dias para serem disponibilizados. Entretanto, hoje por ser tudo virtual, a partir de uma semana já é comum encontrar esses resultados.

Doenças apontadas pelo teste do pezinho

A importância do teste do pezinho é apontada pelo tipo de doença que ela identifica. Veja a seguir quais são elas, lembrando que podem variar entre os tipos de exames que serão melhor explicados depois:

  • Anemia falciforme
  • Deficiência de biotinidase
  • Fenilcetonúria
  • Fibrose cística
  • G-6-PD
  • Galactosemia
  • Hiperplasia adrenal congênita
  • Hipotireoidismo congênito
  • Leucinose
  • Toxoplasmose congênita

No geral, tais doenças podem ter cunho genético, ou seja, terem sido herdadas de pai e mãe, ou podem ainda ter sido contraídas durante a gestação por inúmeros motivos conforme cada caso.

teste do pezinho

Tem diferença entre o teste do pezinho no público e no privado?

Por fim, muita gente não sabe, porém existe mais de um procedimento e opção de exame quando o assunto é teste de pezinho. As opções são do público – SUS – e do particular e devem ser consideradas a séria.

Apesar de muitas coisas não terem influência nesse sentido, tratando-se desse exame em específico, há sim.

É que no sistema público o teste analisa e avalia a existência de apenas 6 das doenças listadas sendo elas a deficiência de biotinidase, a hiperplasia adrenal congênita, a fibrose cística, a fenilcetonúria, o hipotireoidismo congênito e a anemia falciforme.

Entre as opções pagas uma delas, mais em conta e conhecida como “Mais” além de checar as 6 doenças elencadas anteriormente, ainda averigua a existência de todas as outras listadas no tópico anterior deste artigo.

A segunda e mais cara opção, analisa a existência de nada menos do que 48 doenças, todas as que já foram listadas aqui e muitas outras. É a mais completa.

O que fazer com os resultados?

Após receber os resultados do exame do pezinho é importante checar se tudo está dentro da normalidade e até mesmo pedir para que o pediatra faça essa analise. Em caso de algum resultado ruim, ou seja, apontamento da existência de uma doença, será requerida uma nova realização de exames, sendo estes mais específicos conforme o que foi apontado no teste do pezinho.

Dependendo da doença, o tratamento poderá começar imediatamente tendo tanto a intenção de cura quanto de controle já que, infelizmente, algumas das enfermidades listadas não podem ser completamente sanadas do organismo.

Vale a pena destacar que a realização deste exame, entretanto, assegura a obtenção de informações e certezas sobre a criança, diminuindo a recorrência de surpresas nada agradáveis durante a infância.

O teste do pezinho é um ato de amor que não pode passar batido. Se tiver mais dúvidas sobre esse assunto, aproveite para entrar em contato!

Acompanhe-nos no facebook

Leia Também…

Desenvolvimento Infantil mês a mês

Como preparar o filho para a chegada do irmão

Pais superprotetores

Guia de Vacinação Infantil

 

Veja Também

estomatite em crianças

Estomatite o que é

Estomatite o que é? A estomatite  é uma doença bastante incômoda que causa imensa dor aos …

Deixe uma resposta