Home / Tudo sobre gravidez / Todas as vacinas que grávidas tem que tomar  
vacinas que grávidas tem que tomar

Todas as vacinas que grávidas tem que tomar  

Todas as vacinas que grávidas tem que tomar  

Saiba todas as vacinas que as grávidas tem que tomar para que possam ter uma gravidez muito mais segura e livre de riscos e complicações!

Muitas pessoas se perguntam sobre as vacinas que grávidas tem que tomar para se protegerem e protegerem também ao bebê, e é preciso estar sempre informado para que os procedimentos possam ser feitos com total segurança.

Por isso, nesse artigo, você irá encontrar todas essas vacinas e saber especificamente em quais casos elas são indicadas para que a gravidez possa ocorrer sem nenhuma complicação – nem para a grávida nem para o bebê.

É muito importante, antes de tudo, que a grávida esteja sendo constantemente monitorada ao longo da gravidez, para que ela possa ser conduzida com a segurança de um tratamento médico de qualidade.

Confira todas as vacinas que grávidas tem que tomar para estar em dia com a saúde

As grávidas precisam tomar uma série de vacinas, portanto, nesse artigo você irá encontrar as situações específicas nas quais elas precisam ser administradas, bem como aquelas que são necessárias em todas as situações.

Para começar, vamos falar daquelas que precisam ser administradas sempre, em todos os casos de gravidez.

É muito importante lembrar também que a vacinação deve ser meticulosamente acompanhada por um profissional de saúde, dado que cada organismo é diferente.

Portanto, a grávida precisará ser examinada com cuidado por um médico antes que qualquer tipo de vacina seja recomendado, podendo afetar a gravidez em casos onde a vacinação não é necessária para a mãe.

Saiba quais são as vacinas necessárias em todos os casos

Há uma variedade de vacinas que precisam ser administradas nas grávidas em todas as situações de gravidez, confira, a partir de agora, uma lista com todas essas vacinas:

  • Para difteria, tétano e coqueluche: é preciso administrar a vacina chamada dTpa ou dTpa-VIp, que é chamada tríplice bacteriana acelular do tipo adulto.

Essa vacinação irá permitir que ela fique livre de passar a doença para o bebê nos casos onde ela for afetada pelo organismo, fazendo com que ele seja protegido e imunizado ao longo dos primeiros meses de vida.

A vacinação dessa doença precisa também, assim como todas as outras, do histórico de vacinação da grávida para que seja administrada.

Ela é também proporcionada às grávidas de maneira gratuita nos postos de saúde ao longo de todo o Brasil.

  • Para a prevenção da hepatite B: é preciso que a vacina seja administrada em todas as gestantes que são suscetíveis à doença, e é preciso que sejam administradas doses com o intervalo de 0, 1 e de 6 meses para a grávida.

Ela também é distribuída de maneira gratuita no sistema de vacinação do Governo Brasileiro.

  • A vacina para prevenir a influenza: Essa é uma vacina que deve ser administrada uma única vez ao ano, pois as grávidas se encontram no grupo de risco para os diversos efeitos negativos que a gripe pode causar.

Ela pode ser administrada ao longo de qualquer mês da gestação, e também é distribuída de forma gratuita nos postos de vacinação brasileiros.

vacinas que grávidas tem que tomar

Confira algumas dicas para as vacinas recomendadas em situações específicas

Como você pode ver, há uma variedade de vacinas que são recomendadas em todas as situações de gravidez, mas há também algumas que são indicadas apenas em situações específicas.

Para que você saiba mais acerca dessas vacinas, confira a lista abaixo:

  • Vacinação para a hepatite A: é preciso que a grávida seja submetida a duas doses da vacina no esquema de 0 a 6 meses para que seja protegida contra a doença. A vacina também é disponibilizada nos postos.
  • Contra a Hepatite A e B: para as grávidas menores de 16 anos, é preciso tomar duas doses no esquema de 0 e 6 meses, e para vacinar as grávidas maiores de dezesseis anos são necessárias três doses no mesmo esquema de 0, 1 e 6 meses.

É possível também obter a vacina combinada ao invés de isoladamente para que não seja necessário mais de uma dose.

  • Quando a doença pneumocócica invasiva for um risco para a grávida: é preciso fazer a vacinação para a doença, mas ela não é proporcionada de forma gratuita nos postos de saúde do Governo Brasileiro.
  • Vacina meningocócica conjugada: é preciso obter apenas uma dose quando a grávida tiver risco de contração da doença.
  • Vacina meningocócica B: é necessária a administração de duas doses da vacina com intervalo de até dois meses quando houver o risco de contração da doença.
  • Para a vacinação contra a febre amarela, que é geralmente contraindicada para as grávidas, e quando houver o risco de contaminação ou alguma viagem que requeira a vacina, é preciso que ela seja administrada apelas sob a orientação de um médico especializado.

Agora, que você já sabe quais são todas as vacinas que as grávidas devem tomar, pode se precaver com melhores condições se estiver passando pelo período da gravidez.

Mas lembre-se sempre, a vacinação de grávidas, assim como de todas as outras pessoas, deve sempre ser monitorada de perto por um médico especializado.

Acompanhe-nos no Instagram / Facebook

Leia Também…

Cor dos olhos do bebê – calculadora

O que levar para maternidade

Enxoval completo de bebê

 

Veja Também

é possível ficar gravida amamentando ?

É possível engravidar amamentando

É possível engravidar amamentando? Confira se engravidar amamentando é realmente possível e saiba o que …

Deixe uma resposta